HOME - EQUIPA - PROVAS - NOTÍCIAS - FALE CONNOSCO - BLOGUE

Team Novadriver regressou às vitórias no TCR Portugal em Braga

O Campeonato de Portugal de Velocidade Turismos/TCR Portugal 2018 disputou este fim de semana a sua primeira jornada duplo no Circuito de Braga e o Team Novadriver não podia ter melhor começo. Ao volante do Volkswagen Golf GTI TCR do Team Novadriver com as cores da Novatech, Highvision, Volkswagen Financial Services, SIVA, Panta Racing Fuel, Duoseg Competição, Autódromo Virtual de Lisboa, Publicomp, Cision, Autódromo Internacional do Algarve, Clínica Dr. José Cautela, Moinhos Prestige Churrasqueira e Chá de Cores, Armando Parente ganhou a primeira corrida, José Cautela terminou em sexto a segunda manga.

 

Depois de sessões de treinos livres que deixaram claro que o VW Golf GTI TCR do Team Novadriver estava bem afinado para a pista de Braga, a qualificação revelou alguma dificuldade por parte dos pilotos em encontrar o pico máximo de performance dos pneus. Contas feitas, Armando Parente conseguiu o terceiro lugar na grelha de partida para a primeira corrida, José Cautela, depois de um ligeiro erro na fase final da volta, ficou com o quarto tempo.

 

A primeira corrida acabou por terminar em fanfarra com Armando Parente a fazer um brilhante arranque chegando à primeira curva em primeiro. Um erro na travagem quase deitava tudo a perder, mas a sorte protege os audazes e o piloto do Team Novadriver conseguiu emergir do caos em primeiro e com uma boa vantagem. Algumas escaramuças no pelotão, permitiram que Armando Parente se destacasse. A partir daqui o ex-campeão nacional de velocidade limitou-se a gerir o desgaste dos pneus e a controlar a aproximação dos adversários. Fê-lo da melhor forma e entrou no campeonato com o pé direito vencendo a primeira corrida do TCR Portugal em 2018.

 

Ao volante do do Volkswagen Golf GTI TCR do Team Novadriver com as cores da Novatech, Highvision, Volkswagen Financial Services, SIVA, Panta Racing Fuel, Duoseg Competição, Autódromo Virtual de Lisboa, Publicomp, Cision, Autódromo Internacional do Algarve, Clínica Dr. José Cautela, Moinhos Prestige Churrasqueira e Chá de Cores na segunda corrida do fim de semana de Braga esteve José Cautela.

 

Fazendo a sua estreia no campeonato, o piloto lisboeta esteve em grande nível. Arrancou de forma perfeita, encontrou um bom ritmo e chegou rapidamente ao terceiro lugar. Inexplicavelmente, José Cautela começou a sentir uma forte vibração e a uma mão cheia de voltas do final, viu os dois pneus da frente perderem grande parte do piso. O piloto do Team Novadriver estava já a controlar o andamento e tinha o pódio assegurado, mas os pneus quiseram de outra forma, fazendo o Golf GTI TCR cair para sexto na classificação do TCR, sétimo à geral. Ainda assim, uma ótima estreia por parte do jovem piloto lisboeta.

 

A próxima jornada dupla do Campeonato de Portugal de Velocidade Turismos/TCR Portugal realiza-se nos dias 23 e 24 de junho, o Racing Weekend de Vila Real disputado em paralelo com mais uma jornada do WTCR.   

 

César Campaniço – “Acabou por ser um fim de semana muito interessante e que se saldou por uma vitória e o desapontamento de termos perdido um pódio devido a um problema com os pneus. Apesar de um BoP menos favorável que obrigou a arrastar mais 30 quilos de peso, o Armando Parente ganhou a primeira corrida e o José Cautela estava a caminho de um merecido pódio quando os pneus da frente perderam o piso e levaram-no a perder muito tempo caindo para o sexto lugar do TCR. As corridas são assim mesmo, mas saímos de Braga muito felizes pois o VW Golf GTI TCR mostrou a sua competitividade e o Team Novadriver voltou a estar ao melhor nível. Agora vamos para Vila Real e temos os mesmos objetivos: lutar pelo pódio espreitando sempre a vitória.”

Team Novadriver com boa qualificação no Racing Weekend de Braga

O Campeonato de Portugal de Velocidade Turismos/TCR Portugal 2018 começou este sábado com as sessões de treinos livres e as sessões de qualificação. Ao volante do Volkswagen Golf GTI TCR do Team Novadriver com as cores da Novatech, Highvision, Volkswagen Financial Services, SIVA, Panta Racing Fuel, Duoseg Competição, Autódromo Virtual de Lisboa, Publicomp, Cision, Autódromo Internacional do Algarve, Clínica Dr. José Cautela, Moinhos Prestige Churrasqueira e Chá de Cores, Armando Parente e José Cautela a exibirem-se a grande altura.

 

Após as duas sessões de treinos livres onde o Team Novadriver cumpriu o programa de trabalho para afinar o VW Golf GTI TCR e lidar com o BoP de base aplicado neste fim de semana que prejudica, bastante, o carro alemão devido aos 30 quilogramas a mais que carrega. Ainda assim, Armando Parente chegou ao terceiro lugar e José Cautela ficou com o quarto tempo da segunda sessão.

 

Ambos os pilotos do Team Novadriver defrontaram-se, pela primeira vez, com a necessidade de encontrar no momento justo o pico de performance dos pneus. Naturalmente que não é uma tarefa fácil, mas ainda assim Armando Parente rubricou o 3º tempo na qualificação 1 com 1m22,556s, a 0,257s da “pole position”. Já José Cautela cometeu um pequeno erro no derradeiro setor da complicada pista de Braga e isso penalizou-o muito, terminando a segunda qualificação com o 6º tempo.

 

Contas feitas, balanço positivo para a estreia de Armando Parente e José Cautela no Campeonato de Portugal de Velocidade Turismos/TCR Portugal, com o Team Novadriver a manter os objetivos para as corridas de domingo, ou seja, lutar por um lugar no pódio.

 

César Campaniço“Foi um começo de temporada muito positivo, pois ambos os pilotos enfrentaram o desconhecido, nomeadamente, encontrar, à primeira, o pico de performance dos pneus. O Armando esteve perto disso, o José perdeu tempo com um ligeiro erro no final da sua melhor volta e acabaram por não estar na discussão da ‘pole position’, mas mostraram que ambientaram-se bem às condições de uma pista com características lentas onde a aceleração e a travagem são fundamentais. Os 30 kgs a mais que transportamos devido ao BoP para este fim de semana também não ajuda muito. Seja como for, foi um bom dia para o Team Novadriver e amanhã continuamos alinhados para utar pelo objetivo de figurar no pódio das duas corridas.”

José Cautela no Team Novadriver

Após ter anunciado o primeiro piloto para a temporada 2018 do Campeonato de Portugal de Velocidade Turismos/TCR Portugal (CPVT), o Team Novadriver anuncia José Cautela como o companheiro de equipa do Campeão Nacional de Velocidade, Armando Parente. Ambos estarão ao volante do Volkswagen Golf GTI TCR na primeira jornada dupla do TCR Portugal que se realiza no próximo fim de semana no Circuito de Braga.

 

José Cautela, 26 anos, pode ser um desconhecido para alguns, mas é um piloto com um sólido palmarés no karting que, curiosamente, foi colega de equipa nos campeonatos que ambos disputaram naquela modalidade. Dez anos depois, voltam a alinhar juntos no objetivo de conquistarem o título no Campeonato de Portugal de Velocidade Turismos/TCR Portugal, com o auxílio da estrutura do Team Novadriver.

 

Recuando no tempo, José Cautela foi campeão de karting por seis vezes. O primeiro título surgiu em 2003 (KIP Troféu Cadetes), seguindo-se dois títulos em 2015 na Livre 125, em Portugal, e no Trofeo Internazionale di Pomposa ICA Júnior. Ainda nesse ano, teve a oportunidade de conquistar o título na categoria Junior. Voltou às vitórias em 2007 na Taça de Portugal e foi campeão Espanhol de Karting KF2 em 2008.

 

O Team Novadriver apadrinhará a primeira época a tempo inteiro no automobilismo de José Cautela, cumprindo o seu desígnio de sempre: proporcionar o evoluir da carreira para jovens pilotos que depois de passaram pelas mãos experientes da equipa técnica da equipa liderada por César Campaniço, hoje se destacam em provas nacionais e internacionais. Por isso, tanto Armando Parente como José Cautela terão todo o apoio da estrutura da equipa para alcançarem os seus objetivos.

 

César Campaniço“Estou muito satisfeito com a chegada do José Cautela ao Team Novadriver. É um piloto com muito talento e sinto-me particularmente honrado em testemunhar a sua estreia a tempo inteiro na velocidade. Após os testes que realizou connosco, ficou claro que o seu talento irá ajudar, bastante, uma evolução que terá que ter o seu tempo próprio. Será um trabalho árduo para o piloto e para a equipa, mas o Team Novadriver está estruturado para isso e tenho a certeza que o José Cautela terá muito sucesso com a equipa. Estou ciente que o campeonato é curto, mas tudo faremos para o ajudar a crescer rapidamente. Claro que o objetivo é vencer e o título é a nossa meta, mas reconheço que haverão etapas de adaptação que não poderemos queimar. Vamos tentar fazer tudo o mais depressa possível e acredito que em 2018 voltaremos a ter as cores do Team Novadriver nos pódios da velocidade nacional.”

Team Novadriver apadrinha regresso do campeão Armando Parente

O Campeonato de Portugal de Velocidade Turismos/TCR Portugal 2018 vai contar com a participação do Team Novadriver, já na primeira jornada dupla da competição, o Racing Weekend de Braga, que se realiza entre os dias 25 e 27 de maio. Ao volante do Volkswagen Golf GTI TCR estará Armando Parente.

 

O Team Novadriver vai promover o regresso á competição de mais um piloto que se sagrou campeão incluído nas fileiras da equipa dirigida por César Campaniço. Recordamos que Armando Parente cumpriu a temporada de 2015 ao volante do Tatuus PY012/Honda do Team Novadriver, depois de se ter sagrado campeão Nacional de Velocidade na Categoria CN3, ao volante de um Radical, conquistando o cetro absoluto nessa temporada.

 

Armando Parente, agora com 29 anos, possui um brilhante palmarés numa carreira que se ilustrou no karting, onde se iniciou aos 9 anos, vencendo ao longo do seu trajeto três vezes a Taça de Portugal (2001, 2004 e 2006), o Open de Portugal (2001 e 2002) e duas vezes o Campeonato Nacional (2002 e 2004). Internacionalmente, o piloto do Team Novadriver venceu o Campeonato Open de Karting (2005) e a ADAC Formel Masters da Alemanha (2008). Abandonou os monolugares e regressou às origens (categoria Shifter X30) para juntar mais alguns troféus antes de voltar aos automóveis com um Radical no Campeonato Nacional de Velocidade (2014), arrebatando o título na categoria CN3. O título nacional absoluto chegou em 2015, com o Team Novadriver, tendo sido forçado a fazer uma pausa na carreira por falta de apoios.

 

O adiamento do Campeonato de Portugal de Velocidade 2018 foi determinante para que Armando Parente conseguisse reunir as condições necessárias para estar ao volante do Volkswagen Golf GTI TCR do Team Novadriver. A tardia confirmação do projeto do campeão nacional de velocidade de 2015 impede que seja feito um teste de preparação, pelo que será já em Braga que Armando Parente se vai sentar pela primeira vez no VW Golf GTI TCR. Esta situação será um enorme desafio que a equipa técnica do Team Novadriver vai encarar com o habitual profissionalismo que rendeu, no passado, vários títulos nacionais absolutos e, mais recentemente, dois vice-campeonatos absolutos TCR e um título ibérico TCR, à formação liderada por César Campaniço.

 

Quanto ao piloto que vai acompanhar Armando Parente no TCR Portugal ao volante do VW Golf GTI TCR do Team Novadriver, será anunciado nas próximas horas.

 

César Campaniço“É com imensa satisfação que recebemos o nosso campeão de volta! E apesar da pouca experiência do Armando Parente ao volante de carros de Turismo, acredito que o seu talento irá ser uma mais valia para o Team Novadriver e para o seu companheiro de equipa que divulgaremos dentro de pouco tempo. Será um desafio muito interessante para a equipa que irá utilizar toda a sua experiência com o VW Golf GTI TCR e o seu profissionalismo, traduzido em dois títulos nacionais e um cetro ibérico na categoria TCR. Naturalmente que o Armando terá de cumprir a adaptação ao carro, já em Braga nas sessões de treinos livres, mas a sua experiência e o auxílio da equipa vão, estou seguro, permitir que de forma célere encontre o melhor ritmo e esteja, já no Circuito Vasco Sameiro, na luta pelos primeiros lugares.”

Team Novadriver deseja manter a sua missão na velocidade nacional

Com um palmarés inigualável na competição de velocidade em Portugal, o Team Novadriver está empenhado em manter-se fiel á sua missão: proporcionar uma base consistente e de qualidade para a evolução de novos pilotos portugueses, através de uma equipa profissional e de elevada qualidade desenhada em redor do seu responsável máximo, César Campaniço.

 

Exatamente por isso, o Team Novadriver sempre abraçou e apoiou a regulamentação nacional de velocidade, algo que é reconhecido por todos e materializado com títulos na era dos Turismos (com o BMW 320i), dos GT (com os Audi R8 LMS Ultra) e dos Protótipos CN (com o Tatuus/Honda), contabilizando um título ibérico e dois vice-campeonatos na era TCR (com o VW Golf GTI TCR).

 

O Team Novadriver deu a conhecer vários pilotos que militavam em competições inferiores, foi abrigo para pilotos que estavam no programa de jovens da Audi Sport Customer Racing, deu títulos a jovens que hoje estão no topo de outras disciplinas. Sempre se pautou pela qualidade do seu trabalho e pela lisura de processos, estabelecendo-se como uma das equipas de referência nacionais e internacionais.

 

Perante o cenário de crise que se vive na velocidade nacional, o Team Novadriver vem anunciar que está a envidar todos os esforços para estar presente na primeira prova do ano com o objetivo de contribuir para que o TCR Portugal possa ser uma realidade, levando a equipa lisboeta a sua pedra para a construção de um novo edifício da velocidade nacional.

 

Além deste anúncio, o Team Novadriver, através do seu responsável máximo César Campaniço, deixa em traços largos a sua posição sobre o TCR Portugal e algumas reflexões sobre o que poderá ser feito para melhorar a competição, como sempre, num espírito construtivo.

 

César Campaniço – “Entendo que a regulamentação TCR é a mais adequada ao Campeonato de Portugal de Velocidade, pois enquadra-se com os tetos orçamentais que os pilotos e equipas podem suportar entre nós, já que infelizmente atravessamos um ciclo de poucos pilotos a subir para a velocidade e nomeadamente ter projetos com uma projeção e suporte como o TCR Portugal deveria ter, já que estamos apenas a falar de uma classe que é baseada na atual categoria máxima de automóveis de turismos da FIA. Caso único em Portugal. Resta dizer que também pouco se tem feito para que as marcas tenham mais envolvimento e seja um produto mais atrativo para os patrocinadores dos projetos dos pilotos nacionais. Será importante fazer chegar a categoria mais perto do público nomeadamente com as transmissões em direto na internet, como foi feito e muito bem no ano passado. Naturalmente que é um investimento forte, mas também é isto que cria um veículo para divulgar o TCR Portugal a nível das redes sociais, o publico mais importante nos dias de hoje.”

“Antes de fazer um campeonato interessante para o público, temos que fazer um campeonato interessante para os seus intervenientes, ou seja, para os pilotos e equipas. Penso que o não entendimento com o promotor espanhol para a realização de uma competição ibérica foi um enorme revés. Isto porque os dois campeonatos juntos, mesmo que existissem um par de datas coincidentes, seriam mais fortes e com mais participantes, além que o interesse gerado pelos pilotos seria decerto maior, com mais pistas e diversidade.

Qual o sentido de ter um número semelhante de viaturas de turismo no país vizinho e não arranjar maneira de corrermos juntos mesmo que por algumas vezes? Aliás, faz algum sentido, nos dias que correm, a nível comercial, alguma coisa não ser ibérica, sobretudo se for para aumentar a quantidade e qualidade da entrega de um produto a um consumidor? 

A meu ver, atualmente em Portugal, não existe produto de automobilismo com a qualidade/preço melhor que o TCR e cabe realmente a quem promove o campeonato conseguir fazer chegar o mesmo a mais pilotos jovens a exemplo do que se vê no estrangeiro, preferencialmente, com a ajuda das entidades federativas.

Temos sempre a tendência em fazer a comparação do forte campeonato de ralis e investimento de marcas em Portugal, mas esquecemo-nos que, à escala, existem mais projetos e viaturas privadas TCR do que R5 nos ralis portugueses da atualidade. Ora o que realmente falta é numero de participantes nas categorias inferiores e é aqui que entra o papel promocional-federativo em tentar conseguir prémios ou outros atrativos para que estas categorias se destaquem!

Temos o caso de um recente exemplo da criação de um trofeu monomarca de turismos para iniciados. Porquê não os incluir na grelha do nacional de velocidade? Também existe a possibilidade de juntar os GT às grelhas, a exemplo do que se passa no país vizinho. Porque não, pergunto eu? Se é para ser atrativo para pilotos e público, está claro que quantos mais carros em grelha, melhor!”

Team Novadriver com excelente participação na qualificação TCR Europe Trophy em Adria

O Team Novadriver está no Circuito Adria Raceway, em Itália, a disputar o TCR Europe Trophy, final europeia TCR com Francisco Abreu, Campeão TCR Ibérico e vice-campeão TCR Portugal, ao volante do VW Golf GTI TCR do Team Novadriver com as cores da King Tony, Imed, Brisa, Club Sport Maritimo, C.Santos VP, Arango, Diário de Notícias da Madeira, Volkswagen Financial Services, Galp Formula, Panta Racing Fuel, Duoseg Competição, Autódromo Virtual de Lisboa, Publicomp, Cision, Glassdrive e Autódromo Internacional do Algarve. E começou da melhor maneira a sua participação ao conseguir o primeiro objetivo, passar à segunda qualificação (passavam os 12 primeiros) e depois rubricar o oitavo tempo para a primeira corrida e sair de terceiro a segunda (grelha invertida para os 10 melhores).

 

Após a sexta feira passada a afinar o VW Golf GTI TCR para a pista de Adria, para os pneus Yokohama (cerca de 2 segundos mais rápidos que os Hankook utilizados no TCR Portugal e Ibérico) e permitir um conhecimento mais profundo da pista a Francisco Abreu, o Team Novadriver esteve ao seu nível durante as sessões oficiais de treinos livres e de qualificação.

 

Se nas sessões livres o Campeão TCR Ibérico esteve sempre entre os primeiros, na qualificação, o Team Novadriver nunca saiu dos 12 melhores. Mesmo desconhecendo o circuito, utilizando pneus muito mais rápidos que os usados em Portugal e no meio de um pelotão de pilotos já cheios de tarimba e conhecimento da pista e dos seus carros, Francisco Abreu esteve muito bem.

 

Contas feitas, Francisco Abreu, ao volante do VW Golf GTI TCR do Team Novadriver com as cores da King Tony, Imed, Brisa, Club Sport Maritimo, C.Santos VP, Arango, Diário de Notícias da Madeira, Volkswagen Financial Services, Galp Formula, Panta Racing Fuel, Duoseg Competição, Autódromo Virtual de Lisboa, Publicomp, Cision, Glassdrive e Autódromo Internacional do Algarve vai sair de P8 para a primeira corrida e de P3 para a segunda, mantendo todos os objetivos de pé para esta experiência internacional altamente enriquecedora.

 

As duas corridas onde vai participar o Team Novadriver e Francisco Abreu, realizam-se amanhã (ver horário no final deste comunicado), domingo dia 29 de outubro, e terão transmissão em direto no canal Motorsport, no canal Youtube do TCR e no Facebook do TCR.

César Campaniço “Muito satisfeito com a prestação do Team Novadriver e do Francisco Abreu. A equipa regressou a um palco internacional e não vacilou, manteve sempre uma postura profissional e ofereceu ao nosso piloto um carro em excelentes condições. Naturalmente que há detalhes que nos escapam, por agora, nomeadamente face aos outros VW Golf GTI TCR presentes, mas a vantagem está do lado deles pois conhecem o circuito e já cá estiveram a rodar, conhecendo bem a performance dos pneus, para nós verdadeiros descnhecidos. Após a excelente prestação do Campeão TCR Ibérico, vamos agora em busca dos tais detalhes que fazem a diferença e já mais conhecedores dos pneus Yokohama, acredito que o Francisco Abreu tenha possibilidades de fazer um brilharete nas corridas de amanhã. Passámos à Q2, saímos de P8 na primeira corrida e P3 na segunda, portanto, satisfeito com os resultados e o empenho de toda a equipa nesta jornada internacional.”

 

Horário TCR Europe Trophy

Circuito de Adria Raceway

domingo, 29 de outubro

11.30 – 12.00 – Corrida 1 (25 min + 1 volta)

13.35 – 14.05 – Corrida 2 (25 min + 1 volta)

Team Novadriver vai participar no TCR Europe Trophy com Francisco Abreu

Conquistado o título TCR Ibérico no passado fim de semana no Autódromo Internacional do Algarve, o Team Novadriver regressa á competição já nos dias 28 e 29 de outubro para disputar, no Circuito Adria Raceway, em Italia, o TCR Europe Trophy, final europeia TCR.

 

Ao volante do VW Golf GTI TCR do Team Novadriver com as cores da King Tony, Imed, Brisa, Club Sport Maritimo, C.Santos VP, Arango, Diário de Notícias da Madeira, Volkswagen Financial Services, Galp Formula, Panta Racing Fuel, Duoseg Competição, Autódromo Virtual de Lisboa, Publicomp, Cision, Glassdrive e Autódromo Internacional do Algarve, estará o vice-campeão nacional de velocidade 2017 e vencedor do TCR Ibérico, Francisco Abreu.

 

Apesar do jovem piloto madeirense não conhecer o circuito e a equipa técnica do Team Novadriver ter pouco tempo para preparar o VW Golf GTI TCR, tanto piloto como equipa estão muito entusiasmados com esta participação, que devolve aos grandes palcos o Team Novadriver e permite a Francisco Abreu mostrar o seu talento e classe face a um plantel de enorme qualidade.

 

Naturalmente que além do resultado, os campeões TCR Ibérico, Team Novadriver e Francisco Abreu buscam conhecimento, experiência, preparação e traquejo neste ambiente internacional, preparando, assim, futuras participações internacionais. Por outro lado, a equipa e o piloto, vão conhecer um novo fabricante de pneus (Yokohama) bem diferente dos usados habitualmente no CNVT em Portugal.

 

Fica claro que será uma participação corajosa por parte do Team Novadriver e do seu piloto, avançando rumo ao desconhecido, pese embora a experiência do diretor da equipa, César Campaniço, que já competiu ao mais alto nível no traçado italiano e possui enorme experiência neste tipo de competições pelo seu passado de piloto de monolugares e GT’s em campeonatos FIA.

 

Para ajudar nesta participação, a Volkswagen Motorsport voltará a estar ao lado do Team Novadriver, tal como sucedeu no CNVT e no TCR Ibérico, o que será um importante apoio para que o Golf GTI esteja na sua melhor forma no circuito de Adria.

 

O programa do TCR Europe Trophy que o Team Novadriver vai disputar terá três sessões de testes no dia de sexta feira – e que a equipa irá aproveitar até ao limite para ficar a conhecer as melhores afinações para o VW Golf GTI TCR e Francisco Abreu se habituar à pista – duas sessões de treinos livres e duas qualificações no sábado e as duas corridas, com 25 minutos mais uma volta de duração.

 

César Campaniço“Confesso que parto para Adria com enorme expetativa e entusiasmo para mais esta internacionalização do Team Novadriver. Porém, tenho a noção clara que teremos pela frente um pelotão de enorme qualidade, bem preparado, o que por condicionalismos de calendário e a decisão de substituir a prova de Barcelona pela do Algarve no TCR Ibérico, não acontece connosco. Porém, esta troca de provas e o título alcançado, tornaram possível esta participação, de maior importância pois irá oferecer ao Francisco Abreu uma noção do nível de competição na Europa em termos de campeonatos TCR. Para a equipa será, também, mais uma oportunidade de se superar, contando com a ajuda da Volkswagen Motorsport que, como sempre, nos vai apoiar nesta participação. Claro que temos como objetivo alcançar a melhor classificação possível, dando tudo por tudo para dignificar o nome de Portugal, mas esta participação terá como pano de fundo a recolha de conhecimento e experiência. Mas sempre com o olhar fixo nos primeiros lugares!”

 

Horário TCR Europe Trophy

Circuito de Adria Raceway

sexta feira, 27 de outubro

10.00 – 11.00 – Sessão de testes 1

12.00 – 13.00 – Sessão de testes 2

14.00 – 14.30 – Sessão de testes 3

sábado, 28 de outubro

10.00 – 10.30 – Treino Livre 1

12.00 – 12.30 – Treino Livre 2

15.00 – 15.20 – Qualificação 1

15.25 – 15.35 – Treino Livre 1

domingo, 29 de outubro

12.35 – 13.05 – Corrida 1 (25 min + 1 volta)

14.35 – 15.05 – Corrida 2 (25 min + 1 volta)

Team Novadriver vence o TCR Ibérico

Após as duas vitórias alcançadas no primeiro dia do quinto e último Racing Weekend pontuável para o Campeonato Nacional de Velocidade Turismos 2017/TCR Portugal e TCR Ibérico 2017, o Team Novadriver conquistou o título do TCR Ibérico. Francisco Abreu ao volante do VW Golf GTI TCR 2017 com as cores da King Tony, Imed, Brisa, Club Sport Maritimo, C.Santos VP, Arango, Diário de Notícias da Madeira, Volkswagen Financial Services, Galp Formula, Panta Racing Fuel, Duoseg Competição, Autódromo Virtual de Lisboa, Publicomp, Cision, Glassdrive e Autódromo Internacional do Algarve, conquistou, neste segundo dia de provas, um quinto e um segundo lugar, rubricando a volta mais rápida em ambas as mangas. Classificações que foram mais que suficientes para conquistar o título no TCR Ibérico e o vice-campeonato no CNVT 2017.

 

O quinto lugar do Team Novadriver na primeira corrida deveu-se a um “drive through” imposto ao piloto madeirense “por uma tentativa de ultrapassagem demasiado ousada” a Rafael Lobato, nas palavras do colégio de comissários desportivos. Com esta penalização, Francisco Abreu caiu para quinto, de onde já não conseguiu recuperar.

 

Com o título ibérico assegurado, Francisco Abreu saiu do quinto lugar da grelha de partida para a derradeira corrida do fim de semana. Encetou uma fantástica recuperação que não consumou nova vitória para o piloto do Team Novadriver porque faltaram voltas, já que o Campeão Ibérico 2017 terminou a prova a um pouco mas de um centésimo de segundo do vencedor.

 

Contas feitas, o Team Novadriver alcançou duas “pole positions”, quatro voltas mais rápidas e duas vitórias, rematando esta exibição de classe da equipa e do seu piloto, Francisco Abreu, com mais um título e a honra de ser o vice-campeão do CNVT 2017.

 

César Campaniço“Sensação de dever cumprido com mais um título conquistado para o palmarés do Team Novadriver! O primeiro dia foi perfeito, com a equipa a entregar um carro fabuloso ao Francisco Abreu e este a fazer um excelente trabalho, confirmando todo o seu talento. A vitória no TCR Iberico sublinha o carácter da equipa, nunca baixámos os braços e terminamos a temporada de 2017 com este honroso título e com o vice-campeonato assegurado. Hoje o dia começou cedo e com uma penalização que ainda não digerimos muito bem, mas o Francisco voltou a estar imperial e na derradeira manga do fim de semana, recuperou de quinto até segundo, que poderia muito bem ser primeiro caso tivesse mais algumas voltas. Balanço muito positivo no final deste Racing Weekend e, apesar de tudo, da temporada 2017, culminada com o título TCR Ibérico.”

Team Novadriver com domínio absoluto no primeiro dia do Racing Weekend do Algarve

O primeiro dia de provas do Racing Weekend do Algarve, quinta e última prova do Campeonato Nacional de Velocidade Turismos 2017/TCR Portugal, realizado no formato Super Sprint (quatro corridas no fim de semana) começou da melhor maneira para o Team Novadriver. Francisco Abreu ao volante do VW Golf GTI TCR 2017 com as cores da King Tony, Imed, Brisa, Club Sport Maritimo, C.Santos VP, Arango, Diário de Notícias da Madeira, Volkswagen Financial Services, Galp Formula, Panta Racing Fuel, Duoseg Competição, Autódromo Virtual de Lisboa, Publicomp, Cision, Glassdrive e Autódromo Internacional do Algarve, rubricou duas “pole position”, duas voltas mais rápidas e duas vitórias. Um dia perfeito para o jovem piloto madeirense e para o Team Novadriver.

 

Exibição sem mácula do piloto do Team Novadriver na primeira corrida do Racing Weekend de Portimão. Francisco Abreu saiu da “pole position”, ficando na frente da corrida quando o “safety car” entrou em pista devido a um incidente na largada. O pelotão foi libertado após quatro voltas e Francisco Abreu esteve irrepreensível. Na segunda passagem pela meta em bandeira verde, rubricou a volta mais rápida e, até final, limitou-se a aumentar a vantagem face aos seus adversários, conquistando a segunda vitória da temporada nesta primeira corrida de Portimão.

 

A segunda corrida não contou com a presença do “safety car” e Francisco Abreu saiu da “pole position” (devido á vitória na corrida 1) dominando da luz à bandeira, voltando o piloto do Team Novadriver a rubricar a volta mais rápida. Contas feitas, duas “pole position”, duas voltas mais rápidas e duas vitórias, sublinharam um dia muito positivo para Francisco Abreu e para o Team Novadriver.

 

Amanhã, o Team Novadriver regressa à pista algarvia bem cedo, com a Corrida 3 (com Francisco Abreu na “pole position”) a realizar-se ás 08.10 e, depois, o final da temporada 2017 com a Corrida 4 aprazada para as 11.25 horas.

 

Se desejar pode seguir o Team Novadriver nas redes sociais – Facebook, Twiter e Instagram – ou no sítio de internet oficial em www.novadriver.net.

 

César Campaniço“Conseguimos, hoje, os resultados que sempre acreditámos ser possível alcançar. Dominámos as duas corridas e ficou provado que o VW Golf GTI TCR é um excelente carro, o Francisco um dos melhores pilotos nacionais e o Team Novadriver continua a ser uma referência em Portugal. É verdade que o incidente na primeira corrida entre dois dos nossos adversários ajudou, mas ficaram ainda muitos carros em pista naquela e na segunda corrida, pelo que não pode essa situação servir para diminuir o excelente trabalho que realizamos entre o Racing Weekend de Braga e esta prova do Algarve e a extraordinário exibição feita pelo Francisco Abreu. Foi pena que Braga não nos tenha corrido de feição, mas os objetivos traçados para esta última jornada do campeonato estão bem encaminhados para serem alcançados.”

Team Novadriver quer vencer TCR Ibérico no Racing Weekend de Portimão

O Team Novadriver está de regresso ao Campeonato Nacional de Velocidade Turismos 2017/TCR Portugal e TCR Ibérico, para realizar o derradeiro Racing Weekend da temporada, a realizar-se nos próximos dias 21 e 22 de outubro no Autódromo Internacional do Algarve. Ao volante do VW Golf GTI TCR do Team Novadriver com as cores da King Tony, Imed, Brisa, Club Sport Maritimo, C.Santos VP, Arango, Diário de Notícias da Madeira, Volkswagen Financial Services, Galp Formula, Panta Racing Fuel, Duoseg Competição, Autódromo Virtual de Lisboa, Publicomp, Cision, Glassdrive e Autódromo Internacional do Algarve.

 

Perdido o título nacional na penúltima jornada disputada em Braga, apenas um ponto impediu que o Team Novadriver levasse para Portimão a discussão do cetro português. Isso não reduziu a motivação ou o foco da equipa, pois na última jornada do ano, uma prova Double Sprint, ou seja, com quatro corridas durante o fim de semana, ainda está em aberto a questão do título de vice-campeão do TCR Portugal e o título absoluto do TCR Ibérico. Isto depois da jornada de Barcelona ter sido substituída, pela organização da competição, pelo Racing Weekend de Portimão.

 

Por estas razões, o Team Novadriver e o seu piloto, Francisco Abreu, estão muito motivados para a jornada algarvia, apostados em levar de vencida as quatro corridas do programa, pois vão realizar-se numa pista que se mostrou favorável ao VW Golf GT TCR, acabado de ser totalmente revisto para estar ao melhor nível em Portimão.

 

Se desejar pode seguir o Team Novadriver nas redes sociais – Facebook, Twiter e Instagram – ou no sítio de internet oficial em www.novadriver.net.

 

César Campaniço“Foi uma pena o Racing Weekend de Braga ter sido pouco produtivo e termos ficado a um ponto de trazer para o Algarve a discussão do título nacional. Fica a tristeza, mitigada pela possibilidade de repetir o vice-campeonato do ano passado e, sobretudo, termos a possibilidade de lutar pela vitória no TCR Ibérico. Não será fácil, porém temos possibilidades e vamos agarrá-las com ambas as mãos num circuito que já se mostrou simpático para o nosso VW Golf GTI TCR. Vamos par um fim de semana Double Sprint, ou seja, com quatro corridas cuja abordagem tem de ser um pouco diferente, pois com duas dessas mangas a terem a grelha formada pela classificação nas outras duas corridas, não cometer erros é fundamental para obter um bom posicionamento na grelha. Além disso, teremos de ser judiciosos na gestão dos pneus, pois o número de pneus disponíveis é o mesmo dos eventos Sprint. Ou seja, os mesmos pneus para o dobro da quilometragem. Seja como for, estamos todos muito motivados e focados naqueles dois objetivos e vamos tentar vencer as quatro corridas.”

Team Novadriver com fim de semana complicado no Racing Weekend de Braga

O balanço final da quarta jornada do Campeonato Nacional de Velocidade Turismos 2017/TCR Portugal, realizada este final de semana no Circuito de Braga foi muito desapontante para o Team Novadriver. Contas feitas, Francisco Abreu ao volante do VW Golf GTI TCR 2017 com as cores da King Tony, Imed, Brisa, Club Sport Maritimo, C.Santos VP, Arango, Diário de Notícias da Madeira, Volkswagen Financial Services, Galp Formula, Panta Racing Fuel, Duoseg Competição, Autódromo Virtual de Lisboa, Publicomp, Cision, Glassdrive e Autódromo Internacional do Algarve, não conseguiu chegar ao pódio tendo ficado três vezes no quarto lugar e uma no quinto posto.

 

Depois de terem sido evidentes as dificuldades do VW Golf GTI TCR do Team Novadriver na pista de Braga durante os treinos livres e na primeira sessão de qualificação, o primeiro dia foi encarado como sessão de testes em competição, optando a equipa por pneus mais desgastados para as duas primeiras corridas. Algum azar e toques com outros pilotos ditaram um quarto e um quinto lugares nas duas primeiras provas do fim de semana Double Sprint de Braga.

 

Graças ao segundo melhor tempo da grelha de partida para a terceira corrida, Francisco Abreu usou pneus em melhores condições e o Team Novadriver trabalhou arduamente para melhorar a competitividade do VW Golf GTI TCR. O “warm up” mostrou isso mesmo, com Francisco Abreu a rubricar o melhor tempo. Infelizmente, o piloto campeão nacional de velocidade 2015 conheceu dificuldades no arranque para as terceira e quarta provas e, numa pista difícil para os pneus, Francisco Abreu teve de encetar duras recuperações e ficou sem tempo para ir além de dois quartos lugares, mesmo que na derradeira prova do fim de semana, se tenha mostrado veloz mesmo com os pneus já bem desgastados. 

 

Contas feitas, o Team Novadriver pontuou em todas as corridas disputadas e segue para o último Racing Weekend da temporada 2017, a realizar-se no Autódromo Internacional do Algarve nos dias 21 e 22 de outubro, ainda com possibilidade de lutar pelo título. Isto porque o derradeiro fim de semana do TCR Portugal será uma jornada Double Sprint, pelo que estarão em disputa 104 pontos e, olhando aos resultados que cada piloto terá de deitar fora, segundo o regulamento, menos de 50 pontos separam, nesta altura, Francisco Abreu do líder do campeonato que, em Braga, obteve três vitórias e um segundo lugar.

 

César Campaniço “Não foi, claramente, um bom fim de semana para o Team Novadriver. Porém, a minha longa experiência na competição permite-me acreditar que tudo é, ainda, possível. É verdade que os resultados finais foram desapontantes, mas olhemos para o lado positivo deste fim de semana. Pontuámos em todas as provas e a equipa técnica do Team Novadriver mostrou, uma vez mais, a sua enorme qualidade tendo trabalhado no carro de forma eficaz, deixando-o competitivo para este segundo dia. Além disso, não hipotecámos as possibilidades de sermos campeões – é verdade que está mais difícil, mas não atiramos a toalha ao chão! – e mantivemos o segundo lugar no campeonato. Portanto, no meio de alguma tristeza pelos resultados obtidos, há muitos pontos positivos a retirar deste Racing Weekend de Braga e agora vamos trabalhar ainda mais forte para que em Portimão estejamos ao melhor nível e tenhamos hipótese de lutar por este título.”

Team Novadriver com início complicado no primeiro dia do Racing Weekend Braga

O primeiro dia de provas do Racing Weekend de Braga, quarta prova do Campeonato Nacional de Velocidade Turismos 2017/TCR Portugal, foi desapontante para o Team Novadriver. Francisco Abreu ao volante do VW Golf GTI TCR 2017 com as cores da King Tony, Imed, Brisa, Club Sport Maritimo, C.Santos VP, Arango, Diário de Notícias da Madeira, Volkswagen Financial Services, Galp Formula, Panta Racing Fuel, Duoseg Competição, Autódromo Virtual de Lisboa, Publicomp, Cision, Glassdrive e Autódromo Internacional do Algarve, não conseguiu melhor que um quarto e um quinto lugar nas duas corridas disputadas hoje.

 

Após os treinos livres e de qualificação – onde Francisco Abreu conquistou o quarto lugar para a grelha da primeira corrida e segundo para a terceira a realizar-se amanhã - ficou claro que a afinação do VW Golf GTI TCR do Team Novadriver não estava perfeita e numa pista abrasiva como a de Braga, os pneus desgastaram-se velozmente. Optando por reservar os melhores pneus para as corridas de amanhã, foi impossível ao piloto madeirense fazer melhor que um quarto e um quinto lugares, porém insuficientes para contrariar o domínio de Francisco Mora que venceu as duas corridas e alargou a vantagem no campeonato. Ainda por cima, na segunda corrida, quando lutava pelo segundo lugar, foi abalroado pelo seu adversário, caindo para sexto tendo depois que recuperar até ao quinto posto.

 

Amanhã, o Team Novadriver vai usar o tempo da sessão de treinos “WarmUp” para tentar desenhar uma nova afinação para o VW Golf GTI TCR e proporcionar a Francisco Abreu oportunidade de lutar pelas vitórias, ele que vai sair do segundo lugar da grelha para a terceira corrida.

 

Se desejar pode seguir o Team Novadriver nas redes sociais – Facebook, Twiter e Instagram – ou no sítio de internet oficial em www.novadriver.net, e seguir as duas provas (corrida 3 às 11.50 e corrida 4 às 16.25 horas) em direto clicando nesta ligação (http://videos.sapo.pt/veusv3DB4trYRGKfnCSp).

 

César Campaniço “Foram duas corridas com resultados desapontantes e esperava que na segunda corrida fosse possível um melhor resultado. Porém, a afinação do nosso VW Golf GTI TCR não ersa a melhor e optámos por usar os pneus mais desgastados neste primeiro dia, reservando os melhores para o dia de amanhã. Na primeira corrida não era possível fazer muito melhor, na segunda estava tudo controlado quando na luta pelo segundo lugar, o Francisco foi tocado por um adversário e perdeu muitos lugares, recuperando, depois até á quinta posição. Amanhã esperamos usar o ‘warm up’ para melhorar o carro depois do trabalho que vamos fazer ainda hoje.”

Team Novadriver revigorado quer voltar às vitórias já no próximo Circuito de Braga

Terminada a pausa estival, o Campeonato Nacional de Velocidade Turismos 2017/TCR Portugal, está de regresso já nos dias 2 e 3 de setembro para o quarto Racing Weekend da temporada que terá como palco o Circuito de Braga e formato Double Sprint, ou seja, com quatro corridas ao longo do fim de semana. O Team Novadriver vai, naturalmente, marcar presença com o segundo classificado do campeonato, Francisco Abreu ao volante do VW Golf GTI TCR 2017 com as cores da King Tony, Imed, Brisa, Club Sport Maritimo, C.Santos VP, Arango, Diário de Notícias da Madeira, Volkswagen Financial Services, Galp Formula, Panta Racing Fuel, Duoseg Competição, Autódromo Virtual de Lisboa, Publicomp, Cision, Glassdrive e Autódromo Internacional do Algarve.

 

Após retemperadoras férias e o importante périplo promocional por terras madeirenses, o Team Novadriver já cumpriu profunda e detalhada revisão ao VW Golf GTI TCR 2017 que o campeão nacional de 2015 vai utilizar em Braga. A vitória alcançada na segunda corrida de Vila Real recentrou a luta pelo título e Francisco Abreu tentará dar sequência ao sucesso alcançado na pista transmontana, numa jornada que terá como novidade ser disputada no formato Double Sprint, ou seja, com quatro corridas ao invés de apenas duas, dando ainda mais importância às necessárias vitórias para o piloto madeirense chegar ao derradeiro Racing Weekend em condições de reclamar o cetro.

 

Se desejar pode seguir o Team Novadriver nas redes sociais – Facebook, Twiter e Instagram – ou no sítio de internet oficial em www.novadriver.net.

 

César Campaniço“Apesar de alguns problemas conhecidos nas primeiras provas, o balanço até agora tem de ser positivo, pois o nosso piloto está no segundo lugar do campeonato e na luta pelo título. A vitória em Vila Real foi muito importante e, naturalmente, queremos capitalizar sobre esse sucesso espetacular do Francisco, depois do Team Novadriver ter feito um excelente trabalho a ‘endireitar’ o Golf GTI TCR após o toque sofrido em pista. Claro que respeitamos todos os nossos adversários, mas queremos vencer as quatro corridas em Braga para pressionar o líder e, depois, tentar o assalto final ao título em Portimão, pista que vai acolher a derradeira jornada da competição. Cuidamos do ‘nosso’ VW Golf GTI TCR o melhor possível e acredito que temos carro e, sobretudo, piloto para discutir as vitórias em Braga.”

 

Calendário do CNVT 2017

28 a 30 abril – Racing Weekend Estoril

10 e 11 junho – Racing Weekend Portimão

08 e 09 julho – Circuito Internacional de Vila Real

02 e 03 setembro – Racing Weekend Braga

21 e 22 outubro – Racing Weekend Algarve

 

Calendário do TCR Ibérico

28 a 30 abril – Estoril

10 e 11 junho – Portimão

08 e 09 julho – Vila Real

15 e 16 setembro - Barcelona

Team Novadriver vence em Vila Real

Foi um fim de semana quase perfeito para o Team Novadriver, o Racing Weekend de Vila Real disputado na vila transmontana. Francisco Abreu, ao volante do VW Golf GTI TCR 2017 com as cores da King Tony, Imed, Brisa, Club Sport Maritimo, C.Santos VP, Arango, Diário de Notícias da Madeira, Volkswagen Financial Services, Galp Formula, Panta Racing Fuel, Duoseg Competição, Autódromo Virtual de Lisboa, Publicomp, Cision, Glassdrive e Autódromo Internacional do Algarve, rubricou uma “pole position”, duas voltas mais rápidas e uma vitória na segunda corrida do dia, juntando ainda um terceiro lugar obtido na primeira corrida.

 

O toque dado ontem na primeira sessão de treinos cronometrados influenciou o resultado da primeira corrida, já que Francisco Abreu partiu do terceiro lugar da grelha. Como a corrida foi demasiado atribulada com muitas bandeiras amarelas, vermelhas e “safety car” em pista, foram precisas quase duas horas para completar a prova. Ainda assim, pouco tempo útil em pista acabou por ditar um terceiro lugar final para o piloto do Team Novadriver, aproveitando Francisco Abreu para fazer a volta mais rápida e assim conquistar precioso ponto para as contas do campeonato.

 

A segunda corrida foi bem diferente! Saindo da “pole-position”, Francisco Abreu fez um belo arranque e impôs um ritmo impressionante logo nos primeiros metros da prova. Pelo caminho rubricou, novamente, a volta mais rápida da corrida e, contas feitas, o piloto do Team Novadriver terminou a corrida com mais de 15 segundos de vantagem para o segundo classificado! Uma prova fantástica que sublinha a classe e talento do jovem piloto madeirense e, também, a categoria da equipa técnica do Team Novadriver.

 

A próxima prova do Campeonato Nacional de Velocidade Turismos 2017 será o Racing Weekend de Braga que se realiza nos dias 2 e 3 de setembro.

 

César Campaniço“Finalmente ganhámos uma corrida e de forma perfeitamente clara! Uma ‘pole-position’, duas voltas mais rápidas e uma vitória sem direito a contestação, um fim de semana quase perfeito. Não posso deixar de destacar a equipa técnica do Team Novadriver, excelentes a colocar o VW Golf GTI TCR em perfeitas condições depois do incidente da primeira sessão cronometrada. E ficou evidente que o nosso Golf está já a caminho da melhor forma e depois de terem sido alterados os sistemas de ‘launch control’ dos outros carros, agora controlados pelo piloto, estamos ainda mais competitivos e acredito que as próximas jornadas vão ser muito disputadas. Termino muito satisfeito este fim de semana aqui em Vila Real e já focado para a próxima jornada, em setembro, em Braga, onde vamos estar, como sempre, com muito respeito pelos nossos adversários, mas com os olhos postos na vitória.”

 

Calendário do CNVT 2017

28 a 30 abril – Racing Weekend Estoril

10 e 11 junho – Racing Weekend Portimão

08 e 09 julho – Circuito Internacional de Vila Real

02 e 03 setembro – Racing Weekend Braga

21 e 22 outubro – Racing Weekend Algarve

 

Calendário do TCR Ibérico

28 a 30 abril – Estoril

10 e 11 junho – Portimão

08 e 09 julho – Vila Real

15 e 16 setembro - Barcelona

Team Novadriver está de regresso ao CNVT em Portimão com os olhos postos na vitória

O Team Novadriver vai estar presente no Racing Weekend de Portimão, segunda jornada pontuável para o Campeonato Nacional de Velocidade Turismos 2017 (CNVT)/TCR Portugal e Campeonato TCR Ibérico, nos dias 10 e 11 de junho no Autódromo Internacional do Algarve (AIA), com Francisco Abreu ao volante do VW Golf GTI TCR 2017 com as cores da King Tony, Imed, Brisa, Club Sport Maritimo, C.Santos VP, Arango, Diário de Notícias da Madeira, Volkswagen Financial Services, Galp Formula, Panta Racing Fuel, Duoseg Competição, Autódromo Virtual de Lisboa, Publicomp, Cision, Glassdrive e Autódromo Internacional do Algarve.

 

Após o primeiro Racing Weekend realizado em abril, no Autódromo do Estoril, o Team Novadriver encetou um programa de testes para preparar da melhor forma uma jornada que esteve marcada para Jarama, Espanha, mas acabou por ser transferida para o AIA. Recordamos que Francisco Abreu, campeão nacional de velocidade 2015 e vice-campeão em 2016, saiu do Autódromo do Estoril no segundo lugar do campeonato a cinco pontos do líder.

 

Os excelentes resultados obtidos permitem que o piloto do Team Novadriver esteja muito motivado, tal como a equipa, para lutar pela vitória nas duas corridas do Racing Weekend de Portimão e reclamar a liderança do CNVT 2017. O referido programa de testes permitiu cumprir um completo programa técnico que contou com a colaboração, uma vez mais, da Volkswagen Motorsport.

 

O Racing Weekend de Portimão desenrolar-se-á entre sábado e domingo, com as sessões de treinos livres no primeiro dia e a qualificação e corridas no segundo.

 

César Campaniço“Felizmente tudo se resolveu a contento depois da anulação da prova de Jarama. Não fazia sentido perdermos uma jornada devido a esta situação com o circuito espanhol e, neste particular, saúdo o promotor que tudo fez para que tivéssemos a possibilidade de competir no AIA nas mesmas datas de Jarama. Como sempre, o Team Novadriver, atempadamente, preparou o nosso VW Golf GTI TCR e depois de uma completa e aturada revisão, cumpriu uma jornada de testes no AIA para que o Francisco Abreu possa ter todas as opções disponíveis na hora de lutar pela vitória. Queremos recuperar o título perdido em 2016, respeitando todos os nossos adversários.”

 

 

Horário Racing Weekend Portimão (10 e 11/06)

sabado 10/06

16.00 – 16.30 – Treino Livre 1

18.15 – 18.45 – Treino Livre 2

 

domingo 11/06

10.10 – 10.45 – Qualificação

12.35 – 13.00 – Corrida 1

15.30 – 15.55 – Corrida 2

 

Calendário do CNVT 2017

28 a 30 abril – Racing Weekend Estoril

10 e 11 junho – Racing Weekend Portimão

08 e 09 julho – Circuito Internacional de Vila Real

02 e 03 setembro – Racing Weekend Braga

21 e 22 outubro – Racing Weekend Algarve

 

Calendário do TCR Ibérico

28 a 30 abril – Estoril

10 e 11 junho – Portimão

08 e 09 julho – Vila Real

15 e 16 setembro - Barcelona

Team Novadriver conquista terceiro lugar na corrida final do Racing Weekend do Estoril

A segunda corrida do Campeonato Nacional de Velocidade Turismos 2017 (CNVT)/TCR Portugal e TCR Ibérico, disputada hoje no Autódromo do Estoril, viu Francisco Abreu, ao volante do VW Golf GTI TCR 2017 do Team Novadriver com as cores da King Tony, Imed, Brisa, Club Sport Maritimo, C.Santos VP, Arango, Diário de Notícias da Madeira, SIVA, Volkswagen Financial Services, Galp Formula, Panta Racing Fuel, Duoseg Competição, Glassdrive, Autódromo Virtual de Lisboa, Publicomp, Cision e Autódromo Internacional do Algarve, terminar no terceiro lugar.

 

Saindo da segunda posição da grelha de partida, o piloto do Team Novadriver voltou a conhecer dificuldades no arranque, caindo para a sexta posição. Uma vez mais, Francisco Abreu encetou, imediatamente, a recuperação e no final da primeira mão cheia de voltas estava já no terceiro lugar. Posição que acabaria por ser final, pois não houve oportunidade para lutar pelos dois primeiros lugares, já distantes quando a corrida caminhava para o seu epílogo.

 

Contas feitas ao campeonato, o Team Novadriver está, no final do primeiro Racing Weekend do CNVT/TCR Ibérico, no segundo lugar com 39 pontos, fruto de um segundo e um terceiro lugar e de dois pontos extra para a “pole-position” e a volta mais rápida na primeira corrida.

 

A próxima prova do TCR Portugal e TCR Ibérico será nos dias 10 e 11 de junho no circuito espanhol de Jarama e Francisco Abreu estará presente ao volante do VW Golf GTI TCR 2017 do Team Novadriver com as cores da King Tony, Imed, Brisa, Club Sport Maritimo, C.Santos VP, Arango, Diário de Notícias da Madeira, SIVA, Volkswagen Financial Services, Galp Formula, Panta Racing Fuel, Duoseg Competição, Glassdrive, Autódromo Virtual de Lisboa, Publicomp, Cision e Autódromo Internacional do Algarve.

 

César Campaniço “O terceiro lugar desta segunda corrida não nos deixa satisfeitos, pois o VW Golf GTI TCR do Team Novadriver mostrou grande competitividade, espelhada nas duas recuperações que o Francisco Abreu teve de efetuar após as dificuldades nos arranques em ambas as corridas e na volta mais rápida na primeira manga. Ainda assim, temos de olhar para o lado positivo das coisas e, contas feitas, saímos do Estoril no segundo lugar do campeonato. Vamos continuar a trabalhar para em Jarama estarmos ainda em melhor plano e conseguir os nossos objetivos que passam, sempre, por lutar pela vitória.”

Team Novadriver termina primeira corrida do CNVT no segundo lugar do pódio

A primeira corrida do Campeonato Nacional de Velocidade Turismos 2017 (CNVT)/TCR Portugal e TCR Ibérico, disputada hoje no Autódromo do Estoril, viu Francisco Abreu, ao volante do VW Golf GTI TCR 2017 do Team Novadriver com as cores da King Tony, Imed, Brisa, Club Sport Maritimo, C.Santos VP, Arango, Diário de Notícias da Madeira, SIVA, Volkswagen Financial Services, Galp Formula, Panta Racing Fuel, Duoseg Competição, Glassdrive, Autódromo Virtual de Lisboa, Publicomp, Cision e Autódromo Internacional do Algarve, conquistar um brilhante segundo lugar.

 

Após ter rubricado a “pole-position” para esta primeira corrida, Francisco Abreu conheceu alguns problemas na largada e no final da primeira volta estava no quinto lugar. Não se deixando afetar por essa situação, o piloto do Team Novadriver de imediato encetou a recuperação, chegando ao segundo lugar após duas mãos cheias de voltas.

 

A luta intensa com os adversários e o desgaste dos pneus deixou o VW Golf GTI TCR do Team Novadriver difícil de pilotar na fase final da corrida e o campeão nacional de velocidade 2015 preferiu guardar os pontos do segundo lugar abdicando da luta pela vitória a um par de voltas da bandeira de xadrez.

 

Amanhã, Francisco Abreu, ao volante do VW Golf GTI TCR 2017 do Team Novadriver com as cores da King Tony, Imed, Brisa, Club Sport Maritimo, C.Santos VP, Arango, Diário de Notícias da Madeira, SIVA, Volkswagen Financial Services, Galp Formula, Panta Racing Fuel, Duoseg Competição, Glassdrive, Autódromo Virtual de Lisboa, Publicomp, Cision e Autódromo Internacional do Algarve, vai sair do segundo lugar da grelha de partida para a segunda corrida do Racing Weekend do Estoril, disputada a partir das 14.50 horas.

 

César Campaniço“Não foi o resultado que desejávamos, mas fica a certeza da competitividade do nosso Golf GTI TCR com o novo pacote de soluções desenhado pela Volkswagen Motorsport. O Francisco Abreu fez uma excelente corrida, depois de algumas dificuldades no arranque e muitas escaramuças ao longo da sua excelente recuperação rumo ao segundo lugar final, que deixaram marcas evidente no carro e no andamento na fase final da prova. Amanhã vamos sair do segundo lugar da grelha, mas sempre com os olhos postos na vitória, o nosso objetivo final.”

Team Novadriver e Francisco Abreu P1 e P2 nos treinos de qualificação CNV

Começou da melhor maneira a participação do Team Novadriver na edição 2017 do Campeonato Nacional de Velocidade Turismos 2017 (CNVT)/TCR Portugal e TCR Ibérico, cuja primeira prova está a decorrer no Estoril.

 

Cumprido o trabalho técnico durante os treinos livres, Francisco Abreu, ao volante do VW Golf GTI TCR 2017 do Team Novadriver com as cores da King Tony, Imed, Brisa, Club Sport Maritimo, C.Santos VP, Arango, Diário de Notícias da Madeira, SIVA, Volkswagen Financial Services, Galp Formula, Panta Racing Fuel, Duoseg Competição, Glassdrive, Autódromo Virtual de Lisboa, Publicomp, Cision e Autódromo Internacional do Algarve, rubricou a “pole position” para a primeira corrida e o segundo lugar para a segunda corrida.

 

A atuação do Campeão Nacional de Velocidade 2015 roçou a perfeição e quase oferecia ao Team Novadriver os tempos mais rápidos nas duas sessões. Um ligeiro erro no segundo setor foi suficiente para relegar Francisco Abreu para o segundo lugar da grelha de partida para a segunda corrida que se realiza amanhã às 14.50 horas.

 

Francisco Abreu e o Team Novadriver vão, assim, sair da “pole-position” para a primeira corrida do Racing Weekend do Estoril que se realiza logo mais à tarde (17.35).

 

César Campaniço“O trabalho realizado na pré-época deu frutos, embora os treinos livres tenham sido a primeira sessão de testes com o novo pacote desenvolvido pela Volkswagen Motorsport para o VW Golf GTI TCR. O Francisco Abreu esteve muito bem e acredito que, embora não fosse fácil olhando a tudo o que aconteceu, poderíamos ter ficado com as duas ‘pole-position’. Seja como for estamos com um excelente ritmo de corrida, muito consistente, e largar na frente é sempre uma vantagem quando pela frente temos uma corrida longa e sempre complicada.”

Team Novadriver cumpre estreia no CNV e TCR Ibérico no Racing Weekend do Estoril

O Team Novadriver vai estar presente na prova inaugural do Campeonato Nacional de Velocidade Turismos 2017 (CNVT)/TCR Portugal e no Campeonato TCR Ibérico, o Racing Weekend do Estoril que se realiza entre os dias 28 e 30 de abril no Autódromo do Estoril.

 

Ao volante do VW Golf GTI TCR 2017 do Team Novadriver com as cores da King Tony, Imed, Brisa, Club Sport Maritimo, C.Santos VP, Arango, Diário de Notícias da Madeira, SIVA, Volkswagen Financial Services, Galp Formula, Panta Racing Fuel, Duoseg Competição, Glassdrive, Autódromo Virtual de Lisboa, Publicomp, Cision e Autódromo Internacional do Algarve, estará, a solo, Francisco Abreu, o campeão nacional de velocidade 2015 e vice-campeão nacional de velocidade 2016.

 

Após um período de testes muito positivo e a receção do pacote de novidades da Volkswagen Motorsport para o Golf GTI TCR, o Team Novadriver está muito confiante para a nova temporada que a equipa vai enfrentar, uma vez mais, com Francisco Abreu, mas desta feita a solo. O piloto madeirense e ex-campeão nacional de velocidade, encontrou os apoios necessários para este projeto e estará a competir no CNVT e no TCR Ibérico.

 

Os objetivos são claros, conquistar os dois títulos em disputa. Para isso, Francisco Abreu esteve a cumprir um rigoroso plano de preparação física para enfrentar as duas corridas de 30 minutos que irá fazer, sozinho, ao longo de todo o campeonato. O Team Novadriver, por seu lado, reviu cuidadosamente o VW Golf GTI TCR e aplicou todas as novidades que a Volkswagen Motorsport desenvolveu para 2017, beneficiando a equipa de uma relação mais estreita com a casa mãe. Estão reunidas, assim, as condições para mais uma temporada que o Team Novadriver e Francisco Abreu espera ser de sucesso.

 

César Campaniço“Estamos prontos, estamos confiantes e acreditamos que o campeonato de 2017 vai ser muito interessante e competitivo, o que só é bom para todos. Fizemos o nosso trabalho de casa, temos um excelente piloto, uma ótima equipa técnica, pelo que o futuro só pode ser risonho. Vamos trabalhar duro para conseguir os nossos objetivos e no final do ano faremos as contas. O objetivo passa sempre por vencer, respeitando os nossos adversários, e conquistar os títulos que nos propusemos disputar. Será essa a nossa motivação e o fruto do nosso empenho, profissionalismo e postura será, certamente excelente.”

 

 

Horário Racing Weekend Estoril (28 a 30/04)

Sexta feira 28/04

09.00 – 09.30 – Treino Livre 1

13.30 – 14-00 – Treino Livre 2

 

Sábado 29/04

10.20 – 10.55 – Qualificação (15 + 15 min)

17.35 – 18.05 – Corrida 1

 

Domingo 30/04

14.50 – 15.20 – Corrida 2

 

Calendário do CNVT 2017

28 a 30 abril – Racing Weekend Estoril

10 e 11 junho – Racing Weekend Jarama

08 e 09 julho – Circuito Internacional de Vila Real

02 e 03 setembro – Racing Weekend Braga

21 e 22 outubro – Racing Weekend Algarve

 

Calendário do TCR Ibérico

28 a 30 abril – Estoril

10 e 11 junho – Jarama

08 e 09 julho – Vila Real

15 e 16 setembro - Barcelona

Team Novadriver e Francisco Abreu juntos no TCR Portugal e Ibérico em 2017

O Campeão Nacional de Velocidade 2015 e vice-Campeão Nacional de Velocidade 2016, Francisco Abreu, vai regressar ao volante do Volkswagen Golf GTI TCR, do Team Novadriver com as cores da King Tony, Imed, Brisa, Club Sport Maritimo, C.Santos VP, Arango, Diário de Notícias da Madeira, Volkswagen Financial Services, Galp Formula, Panta Racing Fuel, Duoseg Competição, Autódromo Virtual de Lisboa, Publicomp, Cision e Autódromo Internacional do Algarve, para a temporada 2017 do Campeonato Nacional de Velocidade Turismos/TCR Portugal e do TCR Ibérico. Será a quarta época consecutiva de presença do jovem talento madeirense junto da equipa.

 

Ao contrário da última temporada, Francisco Abreu estará sozinho ao volante do VW Golf GTI TCR do Team Novadriver apostando o campeão nacional de velocidade 2015 numa evolução mais rápida na condução do TCR do Team Novadriver após um primeiro ano de transição dos protótipos CN para um tração dianteira como o Golf GTI TCR. Para a equipa, será uma nova experiência que trará outros desafios, mas com a certeza que o objetivo final será, sempre, lutar pelas vitórias e pelo título nacional e ibérico, apuradas as contas finais das duas competições.

 

O Campeonato Nacional de Velocidade Turismos/TCR Portugal inicia-se já nos próximos dias 29 e 30 de abril, com o primeiro Racing Weekend a disputar-se no Estoril. Seguir-se-á nos dias 10 e 11 de junho o segundo Racing Weekend no circuito espanhol de Jarama, a 8 e 9 de julho o Circuito Internacional de Vila Real, fazendo a competição uma pausa até aos dias 2 e 3 de setembro, com o Racing Weekend de Braga, fechando o campeonato no Autódromo Internacional do Algarve, nos dias 21 e 22 de outubro.

 

Quanto ao TCR Ibérico, começa no Estoril (30 de abril), prossegue com a jornada de Jarama (10 de junho) e Vila Real (9 de julho), fechando em Barcelona (16 de setembro).

 

Francisco Abreu“Fiquei muito feliz por conseguir manter-me no Team Novadriver e mais ainda por ter reunido os apoios necessários para cumprir a temporada a solo. Entendo que será benéfico para mim esta opção de pilotar sozinho o VW Golf GTI TCR, pois terei mais tempo em pista, as afinações serão mais personalizadas e terei mais tempo para me adaptar a uma disciplina que é muito diferente daquilo que sempre estive habituado. Os resultados de 2016 foram bons, mas em 2017 quero lutar pelos títulos e saborear, uma vez mais, o doce gosto da vitória. Já o consegui com o Team Novadriver, pelo que tenho absoluta confiança na equipa para que 2017 seja um ano em grande para mim e para a formação gerida pelo César Campaniço.”

 

César Campaniço“Naturalmente que é com imensa satisfação que confirmamos o projeto TCR 2017 com o Francisco Abreu, cimentando assim uma relação proveitosa que já leva quatro anos consecutivos. Será um ano diferente já que teremos apenas um piloto a conduzir o carro. Será, certamente, uma mais valia em termos de desenvolvimentos de afinações e, do ponto de vista de pilotagem, dará ao piloto mais tempo de pista por fim de semana. Acima de tudo importa destacar a continuação do trabalho efetuado em 2016, ano de estreia do projeto TCR com o VW Golf GTI TCR para a equipa e para o Francisco Abreu. Conquistámos o vice-campeonato, mas agora queremos mais e desejamos lutar pelo título. Por isso, o binómio equipa-piloto será muito importante. Devo, também, destacar o facto do Team Novadriver estar, em 2017, mais próximo da Volkswagen Motorsport, já que seremos os únicos representantes a nível ibérico. É uma responsabilidade acrescida, mas por outro lado significa estarmos mais perto da casa mãe para encarar futuros desafios. O nosso Golf GTI TCR vai receber um ‘kit’ de evolução desenhado para colmatar as fraquezas detetadas no primeiro ano de competição do modelo, acreditando que teremos em mãos um carro muito competitivo. O calendário será mais extenso e variado que o habitual, mas acredito que a equipa técnica do Team Novadriver vai dar a resposta necessária a estes desafios. Será um ano decisivo para toda a estrutura do Team Novadriver e para o Francisco Abreu que, naturalmente, deseja a internacionalização, se possível já este ano na final europeia do TCR, com o apoio da Volkswagen. Os dados estão lançados e estamos ansiosamente a aguardar o início da competição!”

Team Novadriver reforça aposta no CNV com VW Golf GTI TCR atualizado

Após o ano de estreia com o Volkswagen Golf GTI TCR, culminado com o título de vice-campeão nacional de velocidade, o Team Novadriver está pronto para nova temporada no Campeonato Nacional de Velocidade/TCR Portugal e, também, no TCR Ibérico, competição que está a gerar enorme interesse e expetativa.

 

O Team Novadriver continuará com a aposta no Volkswagen Golf GTI TCR, já equipado com a evolução desenhada pela Volkswagen Motorsport para 2017, tendo reforçado os seus laços com o departamento de competição da marca de Wolfsburg, assumindo relação privilegiada e maior envolvimento oficial para a zona ibérica.

 

O Volkswagen Golf GTI TCR receberá uma carroçaria muito mais musculada visualmente, embora o principal seja o benefício em termos aerodinâmicos. Com esta nova versão, a Volkswagen Motorsport reclama menor arrasto e mais força descendente no corpo do carro. Além destas modificações facilmente percetíveis, o VW Golf GTI TCR do Team Novadriver receberá um incremento de potência. Contas feitas, serão mais 20 CV, levando a potência total para os 350 CV. Foi feito um profundo trabalho para aumentar, ainda mais, a fiabilidade, sendo que um dos alvos dos técnicos da Volkswagen Motorsport foi a caixa de velocidades por forma a controlar melhor os arranques e a sua utilização ao longo das corridas. O outro foi a direção, equipada agora com um motor elétrico mais potente.

 

O Team Novadriver está confiante para o segundo ano do projeto TCR, acreditando que depois de uma temporada de profunda aprendizagem e conhecimento do carro, recordamos, vencedor do TCR Internacional, a nova versão será mais facilmente aprendida e mais rapidamente os resultados vão sublinhar a excelência do departamento técnico do Team Novadriver. Naturalmente que o nível de performance, será determinado pelo famoso “Balance of Performance” (BoP), mas esta evolução lançada pela Volkswagen Motorsport oferece um carro mais fiável e mais forte, permitindo uma maior margem de progressão.

 

O programa desportivo do Team Novadriver contempla a participação no Campeonato Nacional de Velocidade/TCR Portugal, com o objetivo de conquistar o título que escapou em 2016, inscrição no TCR Ibérico com intenção de lutar pelo título e, finalmente, a participação na final europeia dos campeonatos TCR a realizar-se em Itália. Será um ano cheio de competição, num programa aberto a outras participações internacionais, desde que não colidam com os principais objetivos do Team Novadriver, como referido, vencer em Portugal e no TCR Ibérico.

 

Os pilotos que farão parte dos projetos do Team Novadriver serão conhecidos brevemente, estando a equipa a planear novas sessões de testes de preparação para a temporada 2017.

 

César Campaniço“O regozijo que expressei há um ano quando anunciamos a utilização do Volkswagen Golf GTI TCR no CNV2016, está presente em 2017, revigorado após uma temporada que nos ofereceu o vice-campeonato no ano de estreia do modelo em competição. As novidades preparadas pela Volkswagen Motorsport recebemo-las naturalmente, pois as dificuldades aqui e ali experimentadas em 2016 teriam de ser resolvidas e nada melhor para isso que evoluir o carro. Cumprida a primeira temporada com assinalável sucesso e completada a adaptação ao novo carro por parte do Team Novadriver, o futuro só pode ser risonho. Falta pouco mais de um mês para o início da competição e nós estamos prontos para um ano de sucessos com a relação aprofundada entre a equipa e a Volkswagen Motorsport. E dentro em breve teremos mais novidades!”

Team Novadriver é vice-campeão nacional TCR Portugal

Disputado no formato Super Sprint, o derradeiro Racing Weekend do Campeonato Nacional de Velocidade Turismos/TCR Portugal, realizado este fim de semana no Autódromo do Estoril, saldou-se por dois quartos lugares e dois pódios (2ª posição) para o Team Novadriver.

 

Francisco Abreu e Manuel Gião ao volante do Volkswagen Golf GTI TCR com as cores da King Tony, First Stop, iMed, Alidata Software, Brisa Maracujá, Sendys, Clube Desportivo Nacional, Sanitana, C.Santos VP, Autódromo Internacional do Algarve, Diário da Madeira, Sertã Turismo, Volkswagen Financial Services, Galp Formula, QF, Cision, Duoseg, Publicomp, Panta, Autódromo Virtual de Lisboa, não conseguiram o objetivo de alcançar o título.

 

Nas duas primeiras corridas do fim de semana, disputadas bem cedo, o Team Novadriver não foi além de dois quartos lugares com Francisco Abreu a ser prejudicado por outro concorrente na primeira manga e Manuel Gião a ser incapaz de chegar ao pódio. A parte da tarde foi bem mais positiva, com os dois pilotos a conquistarem pódios, no caso dois segundos lugares.

 

A natureza Super Sprint deste Racing Weekend do Estoril acabou por não ser favorável aos pilotos do Team Novadriver, pois com corridas muito curtas, algum tempo perdido na madrugada da corrida era impossível de recuperar na fase final, onde o VW Golf GTI TCR se mostrou sempre mais veloz que os adversários.

 

Contas feitas, Francisco Abreu e Manuel Gião, ao volante do VW Golf GTI TCR do Team Novadriver com as cores da King Tony, First Stop, iMed, Alidata Software, Brisa Maracujá, Sendys, Clube Desportivo Nacional, Sanitana, C.Santos VP, Autódromo Internacional do Algarve, Diário da Madeira, Sertã Turismo, Volkswagen Financial Services, Galp Formula, QF, Cision, Duoseg, Publicomp, Panta, Autódromo Virtual de Lisboa, sagraram-se vice-campeões nacionais.

 

César Campaniço“O fim de semana do Estoril acaba por ter um balanço final positivo, mesmo que as condições atmosféricas tenham tido influência no desfecho das duas primeiras corridas do Racing Weekend. Nas corridas disputadas à tarde, o nosso VW Golf GTI TCR esteve mais à vontade e estivemos próximo da vitória. Aqui, claramente, entrou em jogo o formato do campeonato com as provas Super Sprint curtas e pilotos que correndo a solo ficam com muito mais ritmo por não saírem do carro. As regras são o que são, mas a verdade é que são os detalhes que acabam por fazer a diferença. Destaco ainda o facto de termos conseguido recuperar do quinto lugar do campeonato até à segunda posição, o que acaba por ser uma curta compensação para tudo o que fizemos ao longo do ano.”

Team Novadriver com dois terceiros lugares na qualificação

Concluídas as duas sessões de qualificação para o Racing Weekend Super Sprint do Estoril, o Team Novadriver rubricou dois terceiros lugares com Francisco Abreu e Manuel Gião ao volante do Volkswagen Golf GTI TCR com as cores da King Tony, First Stop, iMed, Alidata Software, Brisa Maracujá, Sendys, Clube Desportivo Nacional, Sanitana, C.Santos VP, Autódromo Internacional do Algarve, Diário da Madeira, Sertã Turismo, Volkswagen Financial Services, Galp Formula, QF, Cision, Duoseg, Publicomp, Panta, Autódromo Virtual de Lisboa.

 

Contas feitas, Francisco Abreu irá largar de P3 para a primeira corrida, enquanto Manuel Gião partirá da mesma posição na segunda corrida. Depois, Gião participará na corrida 3 (saindo da grelha de partida na posição em que Abreu terminou a primeira manga) enquanto Francisco Abreu tomará o volante do VW Golf GTI TCR do Team Novadriver na quarta e última manga, saindo da grelha na mesma posição em que Gião terminar a corrida 3.

 

Apesar de não largarem da primeira fila da grelha, os pilotos do Team Novadriver estão muito confiantes para as corridas de amanhã que começam no Autódromo do Estoril a partir das 08.45 horas.

 

César Campaniço“Os pneus de chuva têm uma janela de utilização muito curta e, infelizmente, nenhum dos dois pilotos da equipa conseguiram acertar nessa janela. O Francisco Abreu foi o mais azarado com várias bandeiras amarelas a prejudicarem a sua progressão. Já o Manuel Gião acabou por fazer o seu tempo no meio do tráfego, condições longe do ideal para atacar a ‘pole-position’. Amanhã, com as duas primeiras corridas a serem disputadas bem cedo, teremos de avaliar o estado do piso, sendo certo que se a chuva cair durante a noite, será difícil que a primeira manga não seja disputada com piso molhado. Seja como for, o Team Novadriver vai estar na luta pela vitória.”

Team Novadriver regressa ao CNVT acreditando na renovação do título

A excelente exibição do Team Novadriver na penúltima jornada dupla do Campeonato Nacional de Velocidade Turismos 2016 (CNVT), realizada em Jerez de la Frontera, Espanha, e coroada com uma vitória, permite que Francisco Abreu e Manuel Gião estejam muito confiantes para o derradeiro Racing Weekend que se realiza no próximo fim de semana no Autódromo do Estoril.

 

O Campeão Nacional de Velocidade em título, Francisco Abreu, e Manuel Gião, vão estar presentes neste Racing Weekend com formato Super Sprint (quatro corridas) ao volante do Volkswagen Golf GTI TCR do Team Novadriver com as cores da King Tony, First Stop, iMed, Alidata Software, Brisa Maracujá, Sendys, Clube Desportivo Nacional, Sanitana, C.Santos VP, Autódromo Internacional do Algarve, Diário da Madeira, Sertã Turismo, Volkswagen Financial Services, Galp Formula, QF, Cision, Duoseg, Publicomp, Panta, Autódromo Virtual de Lisboa.

 

O longo hiato entre a prova espanhola e o fecho do campeonato no Estoril permitiu rever de forma profunda o Volkswagen Golf GTI TCR e refletir sobre a melhor estratégia para conseguir a vitória no campeonato, o grande objetivo da dupla do Team Novadriver. Vão estar em disputa uma centena de pontos quando a diferença de Francisco Abreu e Manuel Gião para o primeiro lugar é de apenas 23 pontos, pelo que ambos os pilotos vão tentar repetir a exibição rubricada em Espanha e vencer.

 

O Estoril Racing Weekend terá um horário muito preenchido, com o CNVT a realizar os treinos livres e cronometrados no dia de sábado e as quatro corridas no domingo, começando às 08.45 horas com a primeira manga, seguindo-se ás 09.25 horas a segunda e, depois, á tarde a partir das 14.35 horas, as terceira e quarta corridas desta derradeira jornada do CNVT.

 

César Campaniço“Após esta longa pausa depois de Jerez, queremos dar seguimento ao trabalho efetuado na pista andaluz e tentar as vitórias que nos ofereçam o título de 2016. Foi para isso que toda a equipa técnica e os pilotos do Team Novadriver trabalharam durante este longo período e acredito que termos condições para isso. Primeiro porque o VW Golf GTI TCR está cada vez melhor e depois porque vamos estar numa pista onde a equipa já conquistou vários títulos. É verdade que a temporada não começou da melhor forma, mas conseguimos dar a volta por cima e depois do sucesso em Jerez, que nos recolocou na rota do título, vamos ao Estoril para vencer, respeitando os nossos adversários, mas com muita vontade de conquistar mais um título para o brilhante palmarés da equipa.”

 

Horário

Sabado, 26 novembro

08.30 – 09.00 – Treino Livre 1

10.40 – 11.10 – Treino Livre 2

14.10 – 14.25 – Qualificação 1

14.35 – 14.50 – Qualificação 2

 

Domingo, 27 novembro

08.45 – 09.05 – Corrida 1

09.25 – 09.45 – Corrida 2

14.35 – 14.55 – Corrida 3

15.15 – 15.35 – Corrida 4

 

Campeonato

1ºs Nuno Batista/Francisco Carvalho, 213 pts

2º Francisco Mora, 211 pts

3ºs Rafael Lobato/César Machado, 198 pts

4ºs Francisco Abreu/Manuel Gião, 190 pts

5º José Rodrigues, 187 pts

Team Novadriver vence em Jerez

Com uma exibição de classe, Francisco Abreu, Campeão Nacional de Velocidade 2015 com o Team Novadriver, conquistou a primeira vitória de 2016 no Campeonato Nacional de Velocidade Turismos, na segunda corrida do penúltimo Racing Weekend da temporada, realizada hoje no circuito de Jerez de la Frontera. Manuel Gião juntou a esta vitória de Francisco Abreu, um excelente terceiro lugar na primeira corrida da jornada andaluz.

 

Ao volante do Volkswagen Golf GTI TCR do Team Novadriver com as cores da King Tony, First Stop, iMed, Alidata Software, Brisa Maracujá, Sendys, Clube Desportivo Nacional, Sanitana, C.Santos VP, Autódromo Internacional do Algarve, Diário da Madeira, Sertã Turismo, Volkswagen Financial Services, Galp Formula, QF, Cision, Duoseg, Publicomp, Panta, Autódromo Virtual de Lisboa, Francisco Abreu puxou dos galões com um andamento impressionante que o levou até ao terceiro lugar à geral, mas primeiro entre os concorrentes do CNVT.

 

Uma corrida sem mácula que veio premiar o excelente andamento que o VW Golf GTI TCR do Team Novadriver tem vindo a exibir desde o primeiro Racing Weekend do CNVT/TCR Portugal disputado em Braga. Manuel Gião cumpriu a primeira corrida e, também ele, contribuiu para o excelente resultado de conjunto da equipa em Jerez de La Frontera com um belíssimo terceiro lugar entre os concorrentes do CNVT.

 

A derradeira jornada do Campeonato Nacional de Velocidade 2016 será o Racing Weekend do Estoril, a realizar-se no Autódromo Fernanda Pires da Silva nos dias 21 e 22 de Novembro, com o Team Novadriver perfeitamente dentro da luta pelo título de 2016 numa jornada Super Sprint com quatro corridas e uma centena de pontos em discussão.

 

Francisco Abreu“Acabou por ser um fim de semana que terminou bem melhor do que começou. Estou muito feliz pela vitória e só tenho de agradecer aos meus patrocinadores e ao Team Novadriver, pois o Golf esteve espetacular e consegui pressionar os meus adversários do princípio ao fim. Acabei por beneficiar de alguns problemas deles, mas o andamento que exibi penso que justifica de forma plena a vitória. Como a regulamentação do CNVT obriga a ‘deitar fora’ os dois piores resultados das 16 corridas que vamos realizar, estamos perfeitamente na luta pelo título e vamos para o Estoril com ambição de ganhar e, se possível, revalidar o ceptro de campeão que conquistei o ano passado com o Team Novadriver.

 

Manuel Gião “Infelizmente voltei a não conseguir fazer uma partida em condições, deixando desta vez patinar em demasia os pneus. Ainda assim, consegui recuperar algum tempo e, no final, o terceiro lugar acaba por ser p prémio possível para o trabalho da equipa. Mas este terceiro lugar acaba por ser mais importante do que parece, pois vai nos permitir, juntamente com a vitória do Francisco, aproximar do topo da classificação, abrindo-nos a porta da luta pelo título no Estoril. Será nisso que nos vamos focar com aumentada confiança nas excelentes qualidades do VW Golf GTI TCR e na capacidade do Team Novadriver.”

Team Novadriver consegue boa qualificação

O balanço do Team Novadriver no final do primeiro dia de competição do Racing Weekend de Jerez de La Frontera, a contar para o Campeonato Nacional de Velocidade Turismos 2016 (CNVT), acaba por ser muito positivo. Ao volante do Volkswagen Golf GTI TCR com as cores da King Tony, First Stop, iMed, Alidata Software, Brisa Maracujá, Sendys, Clube Desportivo Nacional, Sanitana, C.Santos VP, Autódromo Internacional do Algarve, Diário da Madeira, Sertã Turismo, Volkswagen Financial Services, Galp Formula, QF, Cision, Duoseg, Publicomp, Panta, Autódromo Virtual de Lisboa, Francisco Abreu irá largar para a sua corrida do quarto lugar da grelha de partida, enquanto Manuel Gião irá sair do terceiro lugar na outra manga.

 

Cumprido o programa técnico durante os treinos livres (completados com um quarto e um segundo lugares) o Team Novadriver encarou as duas sessões de qualificação com alguma prudência. O muito calor experimentado na pista de Jerez de La Frontera à hora a que se disputaram as duas sessões, acabou por tornar a pista bem mais lenta e difícil para os pneus Hankook.

 

Manuel Gião esteve durante algum tempo com vista para a “pole-position”, sendo batido nos derradeiros segundos, terminando no terceiro lugar. Francisco Abreu, conseguiu um quarto lugar na sua sessão qualificativa, permitindo que em ambas as corridas que compõem o Racing Weekend de Jerez, o Team Novadriver largue da segunda fila da grelha de partida.

 

Para as duas corridas que se realizam amanhã no traçado andaluz (às 09.05 e às 15.30), o Team Novadriver e os seus pilotos partem muito confiantes, pois em condição de corrida, o Volkswagen Golf GTI TCR com as cores da King Tony, First Stop, iMed, Alidata Software, Brisa Maracujá, Sendys, Clube Desportivo Nacional, Sanitana, C.Santos VP, Autódromo Internacional do Algarve, Diário da Madeira, Sertã Turismo, Volkswagen Financial Services, Galp Formula, QF, Cision, Duoseg, Publicomp, Panta, Autódromo Virtual de Lisboa, mostrou-se em excelente plano.

 

Francisco Abreu“Foi a minha estreia no traçado de Jerez de la Frontera, andei pouco nos testes que fizemos na sexta feira devido a um problema técnico, pelo que o resultado final da qualificação é bom, atendendo aos condicionalismos. Deveria ter gerido melhor os pneus, mas também não fui feliz e numa pista com poucos carros, na volta mais rápida, apanhei um concorrente lento e tudo ficou mais complicado. Porém, as diferenças foram muito curtas e acredito que em corrida, o nosso VW Golf GTI TCR estará competitivo para lutar pelas vitórias, o nosso objetivo deste fim de semana.”

 

Manuel Gião“Perdi uma posição na grelha, literalmente, por um piscar de olhos, pelo que estou satisfeito com o resultado final. Acredito que poderia ter gerido melhor os pneus e ter entrado para a qualificação de forma menos conservadora. Ficou evidente que os pneus, com o calor e as condições da pista, eram mais eficazes logo no primeiro par de voltas. Vamos ter de trabalhar mais um pouco nestes aspetos, mas acredito que o VW Golf GTI TCR estará muito competitivo nas corridas, onde tudo será diferente, com uma manga a realizar-se com tempo mais fresco e a outra no pico do calor. Não será fácil, mas tanto eu com o Francisco vamos dar tudo para conseguir lutar pelas vitórias.”

Team Novadriver regressa ao CNVT 2016 em Jerez com ambições de vitória

Após uma primeira fase do campeonato, que visitou pistas como Braga, Vila Real e Portimão, o Campeonato Nacional de Velocidades Turismos 2016 (CNVT) entra na sua fase decisiva com a realização do Racing Weekend Jerez de La Frontera. A pista espanhola, que já recebeu a Fórmula 1, vai acolher a caravana do CNVT nos próximos dias 10 e 11 de Setembro e o Team Novadriver estará presente com o Volkswagen Golf GTI TCR com as cores da King Tony, First Stop, iMed, Alidata Software, Brisa Maracujá, Sendys, Clube Desportivo Nacional, Sanitana, C.Santos VP, Autódromo Internacional do Algarve, Diário da Madeira, Sertã Turismo, Volkswagen Financial Services, Galp Formula, QF, Cision, Duoseg, Publicomp, Panta, Autódromo Virtual de Lisboa, pilotado por Francisco Abreu e Manuel Gião.

 

Após três Racing Weekend disputados (Braga, Vila Real e Portimão), os pilotos do Team Novadriver, Francisco Abreu e Manuel Gião, estão no quinto lugar do campeonato a 35 pontos dos líderes. Esta classificação é fruto de alguns problemas de juventude experimentados pelo VW Golf GTI TCR do Team Novadriver que, em pista, provou ser muito competitivo e estar à altura dos modelos mais desenvolvidos da Seat Sport.

 

A originalidade de disputar uma prova fora do território luso, oferece ao Team Novadriver e a Manuel Gião, a oportunidade de verter em seu favor a experiência cumulada de anos a competir em Espanha por parte do piloto lisboeta. Experiência que será útil, igualmente, para ajudar o campeão nacional Francisco Abreu.

 

Naturalmente que com os resultados obtidos até agora, o Team Novadriver tem como objetivo alcançar, já, a primeira vitória do ano e se possível colocar no bornal a pontuação máxima deste Racing Weekend que, por ser uma prova Sprint, terá apenas duas corridas.

 

O VW Golf GTI TCR, com as cores da King Tony, First Stop, iMed, Alidata Software, Brisa Maracujá, Sendys, Clube Desportivo Nacional, Sanitana, C.Santos VP, Autódromo Internacional do Algarve, Diário da Madeira, Sertã Turismo,Volkswagen Financial Services, Galp Formula, QF, Cision, Duoseg, Publicomp, Panta, Autódromo Virtual de Lisboa, foi profundamente revisto e está pronto para proporcionar aos dois pilotos, Francisco Abreu e Manuel Gião, as melhores condições para ambos lutarem pelas vitórias em Jerez de La Frontera.

 

Francisco Abreu“Apesar do que já sucedeu este ano, a verdade é que o nosso VW Golf GTI TCR tem dado provas de ser muito competitivo, pois já permitiu uma ‘pole-position’ e tantas recuperações desde os últimos lugares. Os problemas de juventude são naturais e ao optarmos por um carro competitivo, mas mais novo que os Seat, sabíamos que poderíamos encontrar alguns dissabores. Mas estou confiante que o melhor está para vir e que as duas últimas jornadas serão decisivas para o título. É verdade que não conheço bem Jerez, mas com um colega de equipa como o Manuel Gião, rapidamente vou aprender todos os truques. Por isso, contem connosco na luta pela vitória, pois o Team Novadriver está vivo e de boa saúde!”

 

Manuel Gião“A deslocação a Jerez vai permitir que regresse a uma pista onde já experimentei muitas alegrias e que conheço muito bem. Pode ser uma vantagem que verta em nosso favor o que adicionado à cada vez maior competitividade do VW Golf GTI TCR, nos pode colocar na rota das vitórias. O campeonato não está entregue e se tudo se conjugar, podemos chegar ao Estoril em posição de conquistar o ceptro. Certo é que estamos todos motivados e empenhados para conseguir recolocar o Team Novadriver no trilho das vitórias.”

Team Novadriver longe dos objetivos aposta tudo na segunda metade da época

Mantendo-se fiel à competição em Portugal, o Team Novadriver trouxe para o Campeonato Nacional de Velocidade Turismos (CNVT) um Volkswagen Golf GTI TCR, modelo ganhador e que desde os primeiros metros em pista revelou qualidades superiores. Com o apoio da King Tony, First Stop, iMed, Alidata Software, Brisa Maracujá, Sendys, Clube Desportivo Nacional, Sanitana, C.Santos VP, Autódromo Internacional do Algarve, Diário da Madeira, Sertã Turismo,Volkswagen Financial Services, Galp Formula, QF, Cision, Duoseg, Publicomp, Panta, Autódromo Virtual de Lisboa, o Team Novadriver escolheu para pilotar a nova máquina o Campeão Nacional de Velocidade 2015, Francisco Abreu, juntando-lhe um piloto de créditos firmados, Manuel Gião.

 

O regulamento do CNVT mudou, uma vez mais, em 2016, passando a contar com os veículos de turismos preparados segundo as regras do Campeonato TCR internacional. Além disso, as provas a contar para o CNVT passaram a ser de Sprint ou Double Sprint. As primeiras retomando o formato de duas corridas por fim de semana de competição, com cada piloto a cumprir a sua manga, enquanto as segundas oferecem quatro provas por fim de semana com os pilotos a encarregarem-se de participar em duas delas, alternadamente.

 

As três primeiras jornadas do CNVT acabaram por não correr de feição ao Team Novadriver. A aposta no VW Golf GTI TCR mostrou-se acertada, mas a maior juventude do carro alemão preparado pela Volkswagen Motorsport face aos mais maduros Seat Leon TCR, acabou por perturbar os objetivos da equipa para a competição.

 

O Racing Weekend de Braga, estreia do CNVT 2016, acabou por ser algo complicado. Ainda assim, Manuel Gião conquistou uma “pole-position” e um segundo lugar, enquanto Francisco Abreu rubricou uma volta mais rápida e mais um segundo lugar, no final do primeiro dia de provas. No segundo dia, tudo foi mais complicado, com um terceiro e um quarto lugar para Manuel Gião e Francisco Abreu. Ainda assim, o Team Novadriver saiu da pista bracarense na segunda posição do campeonato.

 

A visita a Vila Real para o Racing Weekend da cidade transmontana, correu melhor, com um pódio alcançado por Manuel Gião na primeira corrida, após a ultrapassagem do fim de semana na subida de Mateus. Classe e talento do piloto do Team Novadriver. Francisco Abreu voltou a destacar-se e conseguiu um brilhante segundo lugar na sua corrida. Com duas classificações no pódio, o Team Novadriver encurtou distancias para os líderes e ficava mais próximo do objetivo para 2016.

 

O terceiro Racing Weekend, pontuável para o CNVT 2016, realizou-se no Autódromo Internacional do Algarve, foi profundamente infeliz para o Team Novadriver. Uma quebra mecânica na primeira corrida, impediu que Manuel Gião fosse além do oitavo lugar, prejudicando, ainda, a primeira corrida de Francisco Abreu, pois forçou a ausência do Campeão Nacional de Velocidade 2015. Resolvido o problema com a transmissão do VW Golf GTI TCR, Francisco Abreu terminou em quarto na terceira corrida, enquanto que Manuel Gião conseguiu chegar ao segundo lugar na derradeira prova do fim de semana, depois de largar do quarto lugar da grelha.

 

Contas feitas, o problema mecânico do VW Golf GTI TCR acabou por custar muitos pontos aos dois pilotos do Team Novadriver que caíram na classificação do CNVT 2016 para o quinto lugar. Nada que desanime Francisco Abreu e Manuel Gião, pois ambos sabem que ainda faltam dois Racing Weekend para o final da temporada, sendo que o fim de semana de Jerez de La Frontera será favorável a Manuel Gião, amplo conhecedor das pistas espanholas.

 

O VW Golf GTI TCR, com as cores da King Tony, First Stop, iMed, Alidata Software, Brisa Maracujá, Sendys, Clube Desportivo Nacional, Sanitana, C.Santos VP, Autódromo Internacional do Algarve, Diário da Madeira, Sertã Turismo,Volkswagen Financial Services, Galp Formula, QF, Cision, Duoseg, Publicomp, Panta, Autódromo Virtual de Lisboa, estará a postos depois de profunda revisão feita pela equipa técnica do Team Novadriver. O responsável da equipa, César Campaniço faz o balanço da primeira parte da temporada, destacando o esforço da equipa técnica e dos pilotos para melhorar o desempenho do VW Golf GTI TCR.

 

César Campaniço - “Apesar de tudo, o balanço da época é, até agora, positivo. Sabíamos que após a entrega tardia do VW Golf GTI TCR, devido à enorme procura nos modelos da marca e desta competição TCR em 2016, conheceríamos dificuldades no conhecimento do carro e teríamos pouca margem de manobra em termos de testes para evoluir o carro. Porém, ficamos surpreendidos com a enorme competitividade do VW Golf GTI TCR, pois logo de entrada estivemos competitivos (o Team Novadriver rubricou a primeira pole position de 2016) e foi possível lutar pelas vitorias logo nos primeiros quilómetros de prova. Os nossos pilotos têm sido inexcedíveis no esforço feito para garantir as melhores pontuações possíveis, e não fosse a quebra mecânica de uma peça de transmissão em Portimão (algo que a VW Motorosport só agora verificou ser uma peça a rever no seu fabrico), estaríamos muito perto da liderança do campeonato. A constante evolução do BOP (Balance of Performance) tem sido também um enorme desafio para descobrir a melhor afinação do Volkswagen Golf GTI TCR. Enfim, tem sido uma temporada de constante desafio neste ano de projeto novo, seja para a equipa, seja para os pilotos. Mas estou muito feliz com a dupla de pilotos do Team Novadriver, pois o binómio da experiência do Manuel Gião com a rapidez natural do Francisco Abreu e os progressos já feitos com o carro, permitem-nos encarar com enorme confiança o que resta no assalto ao titulo. Por isso posso dizer: contem connosco para o que aí vem!”

Team Novadriver azarado em Portimão termina jornada com um saboroso pódio

O Racing Weekend Double Sprint de Portimão, terceira jornada do Campeonato Nacional de Velocidade Turismos 2016 (CNVT), que se realizou hoje no Autódromo Internacional do Algarve (AIA), não correu de feição ao Team Novadriver. Ao volante do Volkswagen Golf GTI TCR com as cores da King Tony, First Stop, iMed, Alidata Software, Brisa Maracujá, Sendys, Clube Desportivo Nacional, Sanitana, C.Santos VP, Autódromo Internacional do Algarve, Diário da Madeira, Sertã Turismo, Volkswagen Financial Services, Galp Formula, QF, Cision, Duoseg, Publicomp, Panta, Autódromo Virtual de Lisboa, Francisco Abreu e Manuel Gião conheceram vários problemas durante o dia de corridas. Um pódio na quarta corrida da jornada do AIA foi saborosa consolação.

 

Manuel Gião assumiu o volante do VW Golf GTI TCR do Team Novadriver para a primeira corrida. Caiu para quinto no arranque, mas encetou de imediato a recuperação e estava a chegar-se aos homens da frente quando a transmissão do Golf GTI TCR decidiu ceder e acabar com a prova de Gião. Conseguiu terminar classificado no oitavo lugar, mas apesar de todos os esforços, a equipa técnica do Team Novadriver não conseguiu evitar a ausência de Francisco Abreu da segunda corrida do Racing Weekend Double Sprint de Portimão.

 

Após um excelente trabalho da equipa técnica do Team Novadriver (e a preciosa colaboração, é justo dizê-lo, da Speedy Motorsport), o VW Golf GTI TCR com as cores da King Tony, First Stop, iMed, Alidata Software, Brisa Maracujá, Sendys, Clube Desportivo Nacional, Sanitana, C.Santos VP, Autódromo Internacional do Algarve, Diário da Madeira, Sertã Turismo,Volkswagen Financial Services, Galp Formula, QF, Cision, Duoseg, Publicomp, Panta, Autódromo Virtual de Lisboa, apresentou-se à partida da corrida 3, com Francisco Abreu ao volante. O Campeão Nacional de Velocidade 2015 foi penalizado e teve de largar da última posição da grelha, o que não foi impeditivo de chegar ao final em quarto, depois de ficar preso atrás de um adversário que o fez perder valioso tempo.

 

Esta classificação ditou a posição de partida para a derradeira corrida do dia, com Manuel Gião a ocupar o volante do VW Golf GTI TCR. O piloto do Team Novadriver efetuou um excelente arranque e saltou para segundo. Manuel Gião usou toda a sua experiência para tentar chegar à vitória, mas teve de se contentar com um importante segundo lugar, rubricando pelo caminho a volta mais rápida da corrida. Foram pontos preciosos que deixam tudo em aberto para os dois Racing Weekend finais de Jerez e do Estoril, no que diz respeito à luta pelo título.

 

O próximo Racing Weekend será uma jornada Sprint (apenas duas corridas de 25 minutos cada) e será realizada no circuito de Jerez de la Frontera, Espanha, no mês de novembro.

 

Francisco Abreu “Foi um dia de sensações contraditórias, pois tínhamos fundadas esperanças em discutir a liderança do campeonato e acabamos por nos atrasar devido ao problema de transmissão no VW Golf GTI do Team Novadriver e à ausência da segunda corrida. Perdemos pontos valiosos, mas a equipa conseguiu recuperar o carro e mesmo forçado a partir de último na terceira corrida, contribui com mais alguns pontos para o nosso pecúlio. O pódio conquistado pelo Manuel acabou por ser saboroso e mitigou a tristeza inicial. Resta-nos agora lutar pelas vitórias nas duas últimas jornadas do CNVT 2016.”

 

Manuel Gião“Confesso que fiquei abalado quando após uma recuperação feita com muita calma e cuidado, o VW Golf GTI TCR partiu a transmissão. Consegui arrastar o carro até ao último lugar, recolhendo alguns pontos, para depois novo murro no estômago ao saber que não iríamos de disputar a corrida 2 do Racing Weekend de Portimão. Fica o consolo do segundo lugar na derradeira prova do fim de semana, com um carro perfeitamente recuperado pela equipa técnica do Team Novadriver, permitindo conquistar pontos que podem se decisivos nas contas finais. Enfim, foi um fim de semana azarado que acabou por terminar com uma pequena alegria.”

Team Novadriver começou Racing Weekend de Portimão com o pé direito

No primeiro dia de competição do terceiro Racing Weekend do Campeonato Nacional de Velocidade Turismos 2016 (CNVT), a realizar-se no Autódromo Internacional do Algarve (AIA), o Volkswagen Golf GTI TCR com as cores da King Tony, First Stop, iMed, Alidata Software, Brisa Maracujá, Sendys, Clube Desportivo Nacional, Sanitana, C.Santos VP, Autódromo Internacional do Algarve, Diário da Madeira, Sertã Turismo, Volkswagen Financial Services, Galp Formula, QF, Cision, Duoseg, Publicomp, Panta, Autódromo Virtual de Lisboa, preparado pelo Team Novadriver e pilotado por Francisco Abreu e Manuel Gião, confirmou todas as expetativas.

 

As duas sessões livres serviram o objetivo de preparar o VW Golf GTI TCR para as corridas deste Racing Weekend Double Sprint de Portimão. A equipa técnica do Team Novadriver efetuou a missão a contento, pois na primeira sessão de treinos livres o Golf GTI TCR foi o mais rápido, enquanto na segunda ficou com o terceiro lugar. Ou seja, o programa desenhado para Manuel Gião e Francisco Abreu correu de acordo com o planeado.

 

A primeira sessão de qualificação foi realizada por Manuel Gião que após os quinze minutos de treino rubricou o terceiro tempo com 1m56,830s. Vai sair, assim, da segunda linha da grelha de partida para a corrida 1. O piloto do Team Novadriver cedeu o seu lugar no Volkswagen Golf GTI TCR com as cores da King Tony, First Stop, iMed, Alidata Software, Brisa Maracujá, Sendys, Clube Desportivo Nacional, Sanitana, C.Santos VP, Autódromo Internacional do Algarve, Diário da Madeira, Sertã Turismo,Volkswagen Financial Services, Galp Formula, QF, Cision, Duoseg, Publicomp, Panta, Autódromo Virtual de Lisboa, a Francisco Abreu que terminou a segunda sessão de qualificação com o tempo de 1m56,677s, ou seja, sai para a segunda corrida da primeira fila da grelha de partida.

 

Amanhã terão lugar as quatro corridas do Racing Weekend Double Sprint de Portimão, com a Corrida 1 a disputar-se às 09.40 horas, seguindo-se às 10.20 horas a Corrida 2, às 14.00 horas será realizada a Corrida 3 e, finamente, às 14.40 horas a corrida 4.

 

Francisco Abreu “Gostava de sair da ‘pole-position’, mas não foi possível e a segunda posição acaba por ser positiva, pois saímos na frente dos nossos adversários. Encontrámos um excelente acerto para a corrida e estou crente que estamos em boas condições para lutar pela vitória e alcançar o nosso objetivo.”

 

Manuel Gião – “A qualificação não correu da forma como tínhamos pensado. Ainda assim, consegui o terceiro tempo e acredito que para as corridas estamos com um excelente ritmo, confiante que vamos poder lutar pelas vitórias e tentar arrebatar a liderança do campeonato.”

Team Novadriver quer vitória em Portimão

O terceiro Racing Weekend do Campeonato Nacional de Velocidade Turismos 2016 (CNVT) vai realizar-se nos próximos dias 9 e 10 de julho no Autódromo Internacional do Algarve (AIA). O Team Novadriver estará presente com o Volkswagen Golf GTI TCR com as cores da King Tony, First Stop, iMed, Alidata Software, Brisa Maracujá, Sendys, Clube Desportivo Nacional, Sanitana, C.Santos VP, Autódromo Internacional do Algarve, Diário da Madeira, Sertã Turismo,Volkswagen Financial Services, Galp Formula, QF, Cision, Duoseg, Publicomp, Panta, Autódromo Virtual de Lisboa, pilotado por Francisco Abreu e Manuel Gião, atualmente os segundos classificados do CNVT 2016.

 

Cumprida a primeira metade do campeonato, o CNVT 2016 chega, agora, aos circuitos tradicionais que podem verter em favor da dupla de pilotos do Team Novadriver. A experiência do Campeão Nacional de Velocidade em título (Francisco Abreu) e a classe de Manuel Gião, permitiram que após a conturbada jornada de Braga e a sempre imprevisível visita a Vila Real, o Team Novadriver chegue ao Algarve no segundo lugar do campeonato.

 

Com o VW Golf GTI TCR, com as cores da King Tony, First Stop, iMed, Alidata Software, Brisa Maracujá, Sendys, Clube Desportivo Nacional, Sanitana, C.Santos VP, Autódromo Internacional do Algarve, Diário da Madeira, Sertã Turismo,Volkswagen Financial Services, Galp Formula, QF, Cision, Duoseg, Publicomp, Panta, Autódromo Virtual de Lisboa, cada vez mais evoluído e com poucos segredos para a equipa técnica, o Team Novadriver aposta na vitória para solidificar o segundo lugar da competição e espreitar o título nas duas derradeiras jornadas.

 

O Racing Weekend do Algarve é um evento Double Sprint. Ou seja, serão realizadas quatro provas, sendo que cada piloto do Team Novadriver fará duas corridas (cada piloto qualificará o carro, o primeiro para as corridas 1 e 4, o segundo para as mangas 2 e 3), tendo cada uma delas a duração de 20 minutos. As largadas serão sempre paradas.

 

Francisco Abreu“Ultrapassamos a primeira fase do campeonato com distinção, superando todas as dificuldades e ficando próximo dos líderes da competição. Ou seja, estamos dentro daquilo que são os nossos objetivos e com a chegada das provas no Algarve e Estoril, acredito que estamos em boas condições para tentar conquistar o título. Os adversários estão fortes e temos de os respeitar, naturalmente, mas tenho toda a confiança na equipa técnica do Team Novadriver e no VW Golf GTI TCR e acredito que as vitórias em 2016 estão próximas.”

 

Manuel Gião “Como tinha dito antes de Vila Real, tínhamos de fazer o melhor no circuito transmontano após a visita a Braga, para chegar aos traçados que nos são mais favoráveis para tentar conquistar o nosso objetivo, ganhar o título nacional de 2016. O VW Golf GTI TCR está cada vez melhor e a equipa técnica do Team Novadriver oferece-me todas as condições para juntamente com o Francisco iniciarmos, já no Algarve, o assalto ao título de 2016.”

Team Novadriver na Rampa da Falperra com Bernardo Sá Nogueira

O Team Novadriver vai marcar presença no Campeonato Nacional de Montanha com Bernardo Sá Nogueira ao volante do Tatuus PY012/Honda. Após a mudança de regulamentos no Campeonato Nacional de Velocidade, o Team Novadriver colocou à disposição o aluguer do competitivo Tatuus PY012/Honda, Campeão Nacional de Velocidade com Francisco Abreu e Armando Parente. Foi desta forma que Bernardo Sá Nogueira assegurou a sua presença na reputada Rampa da Falperra, que se realiza no próximo fim de semana.

 

O piloto lisboeta é descendente de uma família de pilotos com história no desporto automóvel nacional com particular destaque para as décadas de 70 e 80. Bernardo Sá Nogueira iniciou a sua carreira em 1985, passou por várias competições monomarca em Portugal, tendo chegado a encetar uma carreira internacional nos Estados Unidos. Passou pelo Campeonato do Mundo de GT, esteve nas 24 Horas de Daytona, reforçando o seu palmarés com inúmeras vitórias.

 

Após um hiato de alguns anos, o piloto do Team Novadriver regressou ao Campeonato de Montanha, tendo em 2008 conquistado o título de campeão do grupo CM, sendo terceiro na classificação geral do Campeonato Nacional de Montanha.

 

Bernardo Sá Nogueira escolheu o Team Novadriver para aquilo que, nas suas palavras, é o concretizar de um sonho, participar em uma prova do Campeonato do Mundo de Montanha ao volante de um protótipo competitivo. Um sonho já com 26 anos, finalmente cumprido pelo piloto.

 

O Team Novadriver estará presente na Rampa da Falperra com a sua equipa técnica para proporcionar as melhores condições para que Bernardo Sá Nogueira possa lutar pelos seus objetivos que passam, naturalmente, pela vitória.

Team Novadriver conquista mais um pódio em Vila Real com Francisco Abreu

Segundo dia de corridas do Racing Weekend Sprint de Vila Real, pontuável para o Campeonato Nacional de Velocidade Turismos (CNVT), com Francisco Abreu a ocupar o lugar de Manuel Gião ao volante do Volkswagen Golf GTI TCR com as cores da King Tony, First Stop, iMed, Alidata Software, Brisa Maracujá, Sendys, Clube Desportivo Nacional, Sanitana, C.Santos VP, Sertã Turismo, Diário da Madeira, Volkswagen Financial Services, Galp Formula, QF, Cision, Duoseg, Publicomp, Panta, Autódromo Virtual de Lisboa. O piloto do Team Novadriver terminou esta prova no segundo lugar, aproveitando o abandono dos lideres do campeonato para se acercar do comando do CNVT.

 

Ocupando o quarto lugar da grelha de partida, Francisco Abreu não foi feliz na largada, apoquentado pelos problemas do VW Golf GTI do Team Novadriver nas partidas. O Campeão Nacional de Velocidade 2015 caiu para último, mas a sorte sorriu-lhe quando Francisco Carvalho e Francisco Mora se desentenderam e acabaram de encontro às barreiras de proteção.

 

Os dois carros ficaram a obstruir a pista e danificaram as barreiras de proteção, forçando a interrupção da prova para remover os veículos e reparar as barreiras. A corrida recomeçou pouco depois e Francisco Abreu conseguiu manter o segundo lugar, posição em que recomeçou a prova. O piloto do Team Novadriver teve de suportar a pressão de César Machado, mas até final, o Golf GTI TCR ficou na frente do Leon TCR, sem dificuldades de maior, reclamando saboroso segundo lugar.

 

Contas feitas ao Campeonato Nacional de Velocidade Turismos 2016, o Team Novadriver aproxima-se da liderança com Francisco Abreu e Manuel Gião a saírem de Vila Real a apenas cinco pontos dos líderes da competição.

 

A próxima prova realiza-se nos dias 9 e 10 de julho no Autódromo Internacional do Algarve.

 

Francisco Abreu“Começou mal, mas terminou melhor! Foi uma corrida atípica, porque após mais um arranque falhado, cai para último e pensava que tudo tinha ficado muito complicado. O desentendimento na frente da corrida acabou por me beneficiar, pois recomecei a corrida no segundo lugar. Depois foi gerir a corrida e pensar no campeonato. Claro que desejava a vitória, mas a recolha de pontos nas duas corridas e os azares dos nossos adversários deixam-nos, agora, muito mais perto do primeiro lugar à entrada das pistas onde, acreditamos, seremos mais competitivos. Por isso, contas feitas, um bom fim de semana para as cores do Team Novadriver.”

Team Novadriver e Manuel Gião terminam primeira corrida de Vila Real no pódio

Após o primeiro dia dedicado às sessões de treinos livres e à qualificação, o segundo dia do Racing Weekend, pontuável para o Campeonato Nacional de Velocidade Turismos (CNVT), contemplava a primeira de duas corridas da jornada Sprint de Vila Real. Manuel Gião, ao volante do Volkswagen Golf GTI TCR com as cores da King Tony, First Stop, iMed, Alidata Software, Brisa Maracujá, Sendys, Clube Desportivo Nacional, Sanitana, C.Santos VP, Sertã Turismo, Diário da Madeira, Volkswagen Financial Services, Galp Formula, QF, Cision, Duoseg, Publicomp, Panta, Autódromo Virtual de Lisboa, inscrito pelo Team Novadriver, terminou a prova no terceiro lugar, recuperando pontos valiosos para o primeiro classificado do CNVT.

 

Largando da segunda fila da grelha de partida, Manuel Gião voltou a ter problemas no arranque, perdendo várias posições. Porém, fazendo uso da sua classe e experiência, o piloto do Team Novadriver recompôs-se, e encetou a recuperação, chegando rapidamente ao quarto lugar.

 

A partir dai, mostrando-se bem mais rápido que os seus adversários, Manuel Gião acabou por perder muito tempo atrás do terceiro classificado, que dificultou de forma leal a tarefa do piloto do Team Novadriver. Mas com uma ultrapassagem de classe, Gião conseguiu chegar ao degrau mais baixo do pódio, onde terminou esta primeira corrida.

 

Amanhã será a vez de Francisco Abreu tomar o lugar de Manuel Gião, ao volante do Volkswagen Golf GTI TCR com as cores da King Tony, First Stop, iMed, Alidata Software, Brisa Maracujá, Sendys, Clube Desportivo Nacional, Sanitana, C.Santos VP, Sertã Turismo, Diário da Madeira, Volkswagen Financial Services, Galp Formula, QF, Cision, Duoseg, Publicomp, Panta, Autódromo Virtual de Lisboa, largando para a segunda prova do Racing Weekend de Vila Real da segunda fila da grelha.

 

A segunda corrida do fim de semana terá transmissão, em direto, na TVI 24 a partir das 13.30 horas.

 

Manuel Gião“Muito satisfeito com este pódio que nos permite aproximar do primeiro classificado do campeonato, após uma corrida que começou, mais uma vez, com um mau arranque. Porém, o VW Golf TCR do Team Novadriver estava melhor que ontem e muito rápido, pelo que recuperei bastante, até encontrar o Nuno Batista que não se resignou e lutou muito pela posição. Consegui a ultrapassagem, mas já era tarde para pensar em mais que o terceiro lugar, pois os primeiros estavam longe e os pneus e os travões do VW Golf TCR já estavam algo desgastados devido ao muito calor sentido na pista. Como disse, satisfeito pelo trabalho realizado e confiante que o Francisco vai fazer uma excelente corrida amanhã.”

Team Novadriver com qualificação difícil

O Racing Weekend de Vila Real começou hoje para as equipas do Campeonato Nacional de Velocidade Turismos (CNVT) com as sessões de treinos livres e as qualificações. O Team Novadriver esteve presente com Francisco Abreu e Manuel Gião ao volante do Volkswagen Golf GTI TCR com as cores da King Tony, First Stop, iMed, Alidata Software, Brisa Maracujá, Sendys, Clube Desportivo Nacional, Sanitana, C.Santos VP, Sertã Turismo, Diário da Madeira, Volkswagen Financial Services, Galp Formula, QF, Cision, Duoseg, Publicomp, Panta, Autódromo Virtual e Lisboa.

 

Cumprido o programa técnico durante as sessões livres, os dois pilotos do Team Novadriver lançaram-se para as sessões de qualificação. Porque este é um Racing Weekend Sprint, cada piloto fará apenas uma corrida, tendo cada uma a duração de 25 minutos.

 

Na primeira sessão, Manuel Gião ficou com o terceiro tempo, prejudicado pelo seu parco conhecimento do circuito que causou algumas hesitações nas zonas mais sensíveis do traçado transmontano. Contas feitas, o piloto do Team Novadriver rubricou o tempo de 2m08,220s.

 

Francisco Abreu cumpriu a segunda sessão de qualificação e conheceu algumas dificuldades com o tráfego em pista, acabando por não conseguir uma volta limpa aos 4,785 km do Circuito de Vila Real. O jovem piloto do Team Novadriver registou 2m08,374s, reclamando a quarta posição da grelha para a corrida de domingo.

 

Amanhã realizar-se-á a primeira prova do fim de semana, com Manuel Gião ao volante do VW Golf GTI TCR com as cores da King Tony, First Stop, iMed, Alidata Software, Brisa Maracujá, Sendys, Clube Desportivo Nacional, Sanitana, C.Santos VP, Sertã Turismo, Diário da Madeira, Volkswagen Financial Services, Galp Formula, QF, Cision, Duoseg, Publicomp, Panta, Autódromo Virtual e Lisboa.

 

A TVI fará a transmissão da prova, em direto, a partir das 12.50 horas.

 

Francisco Abreu“Encontrámos uma boa afinação, mas a verdade é que o muito tráfego em pista acabou por me prejudicar na busca do melhor tempo. Já na parte final encontrei um piloto mais lento e não consegui melhor que o quarto tempo. Porém, acredito que o nosso VW Golf GTI TCR vai evoluir e na corrida tudo será diferente.”

 

Manuel Gião“Claramente o menor conhecimento da pista prejudicou-me ao longo da sessão de qualificação. Uma ou outra hesitação acabou por me penalizar. Mesmo assim, fico satisfeito com o terceiro tempo e acredito que amanhã terei possibilidades de lutar pela vitória, numa corrida que vai ser dura e muito renhida.”

ere

Team Novadriver com os olhos postos na vitória no mítico circuito de Vila Real

O Team Novadriver vai participar na segunda jornada dupla do Campeonato Nacional de Velocidade Turismos 2016 (CNVT), que se realiza nos próximos dias 23 a 25 de Junho, no Circuito de Vila Real. Francisco Abreu e Manuel Gião são os pilotos que vão estar ao volante do Volkswagen Golf GTI TCR com as cores da King Tony, First Stop, iMed, Alidata Software, Brisa Maracujá, Sendys, Clube Desportivo Nacional, Sanitana, C.Santos VP, Sertã Turismo, Diário da Madeira, Volkswagen Financial Services, Galp Formula, QF, Cision, Duoseg, Publicomp, Panta, Autódromo Virtual e Lisboa, preparado pelo Team Novadriver.

 

Alguns incidentes durante o Racing Weekend de Braga, primeira jornada pontuável para o CNVT 2016, não impediram o Team Novadriver de chegar a Vila Real no segundo lugar da competição. Com o VW Golf GTI TCR mais ao gosto dos pilotos e com algumas novidades, Francisco Abreu e Manuel Gião partem para o Racing Weekend de Vila Real com redobrada confiança, mesmo que, por exemplo, Gião vá cumprir a sua estreia no traçado transmontano.

 

Por essa e razão e pelo respeito pelos adversários, a dupla do Team Novadriver vai tentar consolidar a sua posição no CNVT 2016, espreitando a vitória num fim de semana de corridas diferente daquele realizado em Braga.

 

O Circuito de Vila Real será palco de um Racing Weekend Sprint, pelo que cada piloto fará uma sessão de qualificação e apenas uma corrida, tendo esta a duração de 25 minutos.

 

Francisco Abreu – “O circuito de Vila Real é sempre uma prova complicada, que coloca desafios muito diferentes do habitual. Porém, é uma prova que aguardo sempre com ansiedade, pois há muito público presente e o ambiente é verdadeiramente espetacular. Cada um de nós terá direito a apenas uma corrida, mas acredito que vão ser muito intensas, devido à qualidade dos pilotos presentes e pela exigência do traçado. Vou-me estrear na prova transmontana com o VW Golf GTI TCR, mas acredito que o Team Novadriver nos vai dar um carro bem equilibrado e competitivo. Respeitando todos os nossos adversários, vamos a Vila Real em busca de uma vitória que consolide a nossa posição no campeonato.”

 

Manuel Gião – “Provavelmente alguns não sabem, mas vou cumprir a minha estreia no Circuito de Vila Real ao volante do VW Golf GTI TCR do Team Novadriver! Porém, esse facto não me preocupa sobremaneira, pois sei que a equipa tem estado a trabalhar no carro, temos algumas novidades para este Racing Weekend no que toca ao acerto do carro. Tenho visto muitos vídeos e vou recorrer a um simulador para aprender o circuito, para depois chegar à pista e fazendo uso da minha experiência com este tipo de carros, mitigar a desvantagem da estreia no circuito. Seja como for, será sempre uma corrida complicada devido à qualidade dos adversários e porque estamos numa pista citadina, onde o menor erro é penalizado duramente. O meu objetivo e o da equipa é consolidar a nossa posição no campeonato para partirmos para a segunda fase da competição com os olhos postos no título em pistas onde estaremos mais confortáveis.”

 

Racing Weekend Vila Real (23 a 25 junho)

sexta feira, 23

11.00 – 11.25 – Treino Livre 1

13.35 – 14.00 – Treino Livre 2

16.00 – 16.15 – Qualificação 1

16.25 – 16.40 – Qualificação 2

 

sábado, 24

12.50 – 13.20 – Corrida 1

 

domingo, 25

13.30 – 14.00 – Corrida 2

 

Classificação Campeonato Nacional de Turismos 2016

1ºs Nuno Batista/Francisco Carvalho, 100 pts

2ºs Francisco Abreu/Manuel Gião, 70 pts

3ºs Rafael Lobato/César Machado, 57 pts

4ºs António Cabral/José Cabral, 56 pts

5º José Rodrigues, 52 pts

6º Francisco Mora, 45 pts

7ºs José Baptista/Gustavo Moura, 34 pts

8ºs Tiago Ribeiro/Luís Carneiro, 34 pts

Team Novadriver conquista mais um pódio e sai de Braga no segundo lugar CNVT 2016

Após dois pódios conquistados ontem, o Team Novadriver conheceu um dia mais complicado que se saldou por um sexto lugar na terceira corrida e um pódio na quarta manga.Ainda assim, Francisco Abreu e Manuel Gião, ao volante do Volkswagen Golf GTI TCR com as cores da Brisa Maracujá, Alidata, King Tony, First Stop, Diário da Madeira, iMed, Clube Desportivo Nacional, Galp Formula, Sertã Turismo, Sanitana, Publicom, Cision, QF, Duoseg, Panta, Autódromo Virtual de Lisboa e Volkswagen Financial Services, sairam de Braga no segundo lugar do campeonato.O despiste de ontem na sessão de qualificação de Francisco Abreu, valeu-lhe o último lugar da grelha de partida para a terceira corrida. Apesar dessa dificuldade, o piloto do Team Novadriver não se atemorizou e partiu decidido a recuperar. Infelizmente, um pneu começou a perder ar e Francisco Abreu perdeu bastante tempo terminado, apenas, no sexto lugar.Foi nessa posição que Manuel Gião largou para a quarta corrida. Porém, o piloto do Team Novadriver falhou completamente o arranque e foi forçado a encetar mais uma recuperação que, desta feita, terminou no terceiro lugar. Mas ficou claro que o VW Golf GTI TCR tinha capacidade para chegar à vitória, pois ficou a menos de 3 segundos do vencedor.Contas feitas às quatro corridas realizadas, o Team Novadriver sai da primeira jornada do Campeonato Nacional de Velocidade Turismos 2016 no segundo lugar da competição, um resutado animador e deixa excelentes perspetivas na luta pela vitória no campeonato.A próxima prova do CNVT 2016 será realizada nos dias 25 a 26 de junho no traçado citadino de Vila Real.Francisco Abreu “Consegui um excelente arranque e rapidamente subi na classificação, mas largar de último encerra sempre dificuldades e a verdade é que um dos muitos toques da largada deverá ter afetado um dos pneus do VW Golf GTI TCR. Acabei com um furo lento que me atrasou e não consegui ir além do sexto lugar. Mesmo assim, fica a noção que o carro é muito competitivo e saimos de Braga no segundo lugar de um campeonato que é longo e pela amostra, será muito competitivo.”Manuel Gião“Algo desiludido no final de uma corrida onde mostrámos andamento para vencer. Largando de sexto tinha de recuperar muitas posições, mas ao falhar o arranque a ‘montanha’ ficou bem maior e apesar de ter dado tudo por tudo, não consegui chegar mais longe que o terceiro lugar. Faltaram voltas para sublinhar com um melhor resultado a recuperação que consegui fazer, dando uma ideia clara do potencial do VW Golf GTI TCR. Depois de tudo o que sucedeu sair de Braga no segundo lugar do campeonato, acaba por ser muito positivo.”

César Campaniço sobre ao pódio na segunda corrida do GT Open

César Campaniço, conquistou um magnífico segundo lugar na segunda corrida da primeira jornada dupla do Internacional GT Open, realizada hoje no Autódromo do Estoril. O piloto do Team Novadriver esteve ao volante de um Audi R8 LMS Ultra da equipa espanhola Drivex com as cores do Banco Carregosa, Novatech Plus, Galp Fórmula, Duoseg, Panta Racing Fuels, Autódromo Virtual de Lisboa, Audi Sport Customer Racing, Audi Financial Services e SIVA, tendo a seu lado o jovem Andres Saravia.

 

O piloto guatemalteco cumpriu o primeiro turno de condução, entregando o Audi R8 LMS Ultra a César Campaniço no sexto lugar. Graças a mais uma excelente paragem nas boxes, o piloto do Team Novadriver saiu para a pista no terceiro lugar.

 

Chegou a passar pelo segundo lugar, mas o Audi R8 LMS Ultra começou a colocar alguns problemas de estabilidade ao piloto do Team Novadriver. Usando a sua ampla experiência neste tipo de corridas e porque os pilotos à sua frente estavam demasiado agressivos, Césa Campaniço refreou o andamento e acabou beneficiado com essa prudência.

 

Um acidente entre os dois primeiros classificados, vitimas de demasiada agressividade, acabou por oferecer a César Campaniço e à equipa Drivex, um espetacular segundo lugar à geral. O piloto do Team Novadriver justificou, assim, de forma plena a sua chamada pela equipa espanhola para apoiar a estreia do guatemalteco Andres Saravia nas corridas de GT.

 

César Campaniço – “Um excelente resultado depois de uma corrida difícil onde o Audi R8 LMS Ultra mostrou que é um excelente automóvel, mesmo que não seja um carro da nova geração de GT. Entrei para a pista, depois do turno do Andres Saravia, no terceiro lugar e tudo fiz para conseguir manter a posição. Porém, o carro foi-se degradando e não valia a pena estar a resistir a adversários mais rápidos, expondo-me a um acidente sem necessidade. A prudência com que abordei esta fase da corrida acabou por dar frutos, pois uma colisão entre os primeiros classificados abriu-nos a porta do segundo lugar, um resultado fantástico para mim e para a equipa Drivex. Não sei se esta foi a minha última corrida nos GT, mas seja como for diverti-me muito e agradeço o convite da Drivex para competir no Estoril e ajudar o Andres Saravia, uma agradável surpresa, que evoluiu muito ao longo do fim de semana.”

César Campaniço não foi feliz no regresso ao GT Open no Estoril

O Team Novadriver e o seu piloto, César Campaniço, estiveram presentes na primeira corrida da primeira jornada dupla do Internacional GT Open realizada hoje no Autódromo do Estoril. O piloto esteve ao volante do Audi R8 LMS Ultra com as cores do Banco Carregosa, Novatech Plus, Galp Fórmula, Duoseg, Panta Racing Fuels, Autódromo Virtual de Lisboa, Audi Sport Customer Racing, Audi Financial Services e SIVA, tendo a seu lado o jovem Andres Saravia. A sorte foi madrasta e o abandono depois de um toque de um adversário, foi o resultado final desta primeira corrida.

 

Após as sessões de treinos livres com resultados encorajadores, a dupla luso-guatemalteca conseguiu, na primeira sessão de qualificação, o sexto lugar da grelha de partida com César Campaniço ao volante do Audi R8 LMS Ultra pertença da equipa espanhola Drivex, assistido pelo Team Novadriver, a fazer o tempo e a arrancar para a corrida.

 

César Campaniço adoptou um ritmo suficientemente rápido para recuperar algumas posições, entregando o Audi R8 LMS Ultra a Andres Saravia no quarto lugar. O piloto da Guatemala entrou em pista no terceiro lugar beneficiando do excelente trabalho de boxes da equipa e beneficiando da ausência de “handicap”.

 

Apesar do enorme empenho e qualidade que o piloto guatemalteco demonstrou, os seus adversários conseguiram encurtar a distância e Saravia viu-se envolvido numa luta com adversários ao volante de carros da nova geração. Mesmo assim, defendeu-se de forma brilhante e galharda até que foi colocado fora de pista por um adversário quando faltava uma mão cheio de minutos.

 

Final de corrida inglório para o jovem piloto e para César Campaniço. O piloto tudo fez para deixar o Audi R8 LMS Ultra da equipa Drivex e assistido pelo Team Novadriver, em excelentes condições, proporcionando a Andres Saravia uma estreia de sonho no Autódromo do Estoril que, infelizmente, terminou na gravilha da curva VIP do circuito devido a um rival mais agressivo.

César Campaniço – “Senti-me muito bem no regresso ao volante do Audi R8 LMS Ultra, um carro que me deu muitas alegrias e que voltou a mostrar ser um excelente automóvel na luta com modelos da nova geração de carros de GT. Após o sexto lugar na qualificação, tentei ganhar posições mas sempre com a preocupação de deixar o carro nas melhores condições para o final da corrida. Passei o Miguel Ramos em pista e entreguei o Audi no quarto lugar ao Andres Saravia. A paragem foi perfeita e o carro regressou à pista no terceiro lugar. Infelizmente, um excesso de agressividade em pista de um adversário, numa altura em que o Andres se defendia de forma brilhante dos seus rivais, acabou por nos colocar fora de prova. Mesmo assim, estou satisfeito pela evolução experimentada pelo Andres Saravia e estou ansioso para a corrida de amanhã onde vamos tentar materializar em resultado o excelente andamento que exibimos hoje.”

 

Horário

Domingo, 24 abril

09.10 – 09.40 – Qualificação 2

13.15 – 14.15 – Corrida 2

Team Novadriver participa no CNV 2016 com Francisco Abreu e Manuel Gião

O Team Novadriver vai participar na primeira jornada dupla do Campeonato Nacional de Velocidade 2016 (CNV), a realizar-se no próximo fim de semana, no Circuito de Braga, com um Volkswagen Golf GTI TCR com as cores da Brisa Maracujá, Alidata Software, King Tony, First Stop, Diário da Madeira, iMed, Clube Desportivo Nacional, Galp Formula, Sertã Turismo, Sanitana, Cision, Duoseg, Panta Lubricants, Autódromo Virtual de Lisboa e SIVA, com Francisco Abreu e Manuel Gião ao volante.Com esta dupla de pilotos, o Team Novadriver aposta forte na revalidação do título, promovendo o regresso do Campeão Nacional de Velocidade 2015 e de um piloto cujo palmarés é tão rico que dispensa apresentações e onde consta um título de campeão de Espanha de GT.Francisco Abreu conquistou o seu primeiro título nacional em 2015 com o Team Novadriver e procura a revalidação do mesmo com a ajuda de Manuel Gião. O piloto lisboeta regressa à equipa e carrega consigo a enorme experiência que adquiriu com a sua participação, muito bem sucedida, na Seat Leon Supercopa, disputada com carros semelhantes aos da regulamentação TCR. Para Manuel Gião chegou a hora de tentar conquistar o título nacional, apostando no Team Novadriver e na parceria com o campeão de 2015, ao volante de um carro muito competitivo, repetindo experiências anteriores bem sucedidas.O CNV 2016 terá um novo figurino com provas Sprint e Double Sprint. Nos eventos Sprint, cada piloto disputará uma corrida (tendo cada um que qualificar o carro para a sua manga) sendo que cada manga terá uma duração de 25 minutos. Nos eventos Double Sprint, serão realizadas quatro provas, sendo que cada piloto fará duas corridas (cada piloto qualificará o carro, o primeiro para as corridas 1 e 4, o segundo para as mangas 2 e 3), tendo cada uma delas a duração de 20 minutos. As largadas serão sempre paradas e não lançadas como anteriormente.A primeira prova do CNV 2016 realiza-se em Braga (Double Sprint), seguindo a competição para o traçado citadino de Vila Real (Sprint), seguindo-se Portimão (Double Sprint) antes da visita fora de portas ao traçado espanhol de Jerez de la Frontera (Sprint) e o término da competição no Autódromo do Estoril (Double Sprint). O Team Novadriver preparou com afinco a nova temporada com um novo carro e vai apostar, forte, na revalidação do título alcançado em 2015.Francisco Abreu – “Estou muito satisfeito por várias razões. Primeiro porque vou manter-me no Team Novadriver, fator fundamental não só pela qualidade da equipa como do seu profissionalismo. Depois, porque vou competir com um carro novo ao qual me adaptei muito facilmente. Finamente, porque vou ter um grande piloto a meu lado. O Manuel Gião é uma mais valia para este projeto que quer ser vencedor e que tem como objetivo claro a revalidação do título que alcancei em 2015. É verdade que tudo é novo, mas acredito que estamos em boas condições para tentar ganhar o CNV 2016, aguardando com enorme expetativa o começo da competição em Braga.”Manuel Gião “O regresso ao Team Novadriver era uma questão de tempo e oportunidade, pois o profissionalismo e ambição da equipa é meio caminho andado para obter bons resultados. Conheço muito bem os elementos da estrutura, sei do que são capazes, contando ainda com um piloto muito rápido como o Francisco Abreu, campeão nacional de 2015. O melhor de dois mundos – experiência e juventude - junta-se dentro do VW Golf GTI TCR, um carro que é muito semelhante ao modelo que utilizei nas duas últimas temporadas.”

Francisco Abreu em Entrevista

“Mudar para os turismos pode abrir portas da internacionalização”

 

Madeirense, jovem, talentoso e já Campeão Nacional de Velocidade. Esta poderia ser a frase de apresentação do currículo de Francisco Abreu. Piloto do Team Novadriver, conquistou o CNV 2015 ao volante de um Tattus PY012/Honda da categoria Sport Protótipos e aposta, agora, numa inversão da carreira, voltando a engrossar a fileira de pilotos da equipa de César Campaniço, agora ao volante de um VW Golf TCR.

 

Confirmado! O jovem piloto madeirense, Francisco Abreu vai prosseguir a sua carreira no Campeonato Nacional de Velocidade (CNV) mantendo a aposta no Team Novadriver. Será o terceiro ano do piloto com a equipa dirigida por César Campaniço (multi-campeão nacional de velocidade), mas com a particularidade de abandonar os protótipos e abraçar o projeto TCR com carros de Turismo. Terá a oportunidade de pilotar o VW Golf R TCR que o Team Novadriver vai inscrever no CNV 2016.

 

Pode parecer estranha esta inversão de sentido na carreira do jovem piloto, mas como ele próprio afirma, “apesar de ser jovem e sonhar com carros mais potentes, a verdade é que a falta de apoios continua a impedir que um piloto como eu, vindo dos karts e dos fórmulas, possa subir alguns degraus na carreira. Cumpri dois anos fantásticos com o Tatuus do Team Novadriver e consegui o título o ano passado. Como o CNV será disputado com o regulamento TCR, será lógico tentar defender o título.”

 

O madeirense acredita que fez a escolha certa “pois com este carro, capaz de ser usado em vários campeonatos, penso que se possam abrir as portas da internacionalização da minha carreira. É uma competição cada vez mais em voga e com enorme mediatismo, sendo uma fórmula mais acessível e, creio, muito competitiva.”

 

E para Francisco Abreu, não existe nenhum problema em mudar dos mais velozes e difíceis de pilotar sport-protótipos para um carro mais potente, embora mais pesado e com tração dianteira. “É uma questão de habituação, julgo eu. Terei de testar bastante e, talvez, mudar a minha forma de pilotar, mas com a ajuda da equipa e do César Campaniço, tenho a certeza que terei condições mais que suficientes para me adaptar rapidamente ao Golf TCR.”

 

Ainda por cima, incluído numa equipa que já conhece bem. “Sim, isso será uma vantagem e foi exatamente por isso que decidi manter-me com o Team Novadriver.  Afinal, em equipa que ganha não se mexe e sempre fui muito bem tratado na equipa, todos me ajudaram a conquistar o objetivo prioritário e o profissionalismo é imenso.”

 

Para já Francisco Abreu ainda não conhece “o seu companheiro de equipa. Fechei o contrato com o Team Novadriver e deixo nas mãos experientes do César Campaniço a escolha do segundo piloto.” O jovem madeirense não esconde que gostaria de fazer dupla “com o patrão da equipa (risos), mas não sei se ele vai competir em Portugal ou no estrangeiro ou quais são os seus planos. A equipa tem planos para inscrever dois carros, apostou muito nesta competição e não tenho dúvidas que voltará a ser protagonista do CNV ou de qualquer campeonato onde se venha a envolver.”

 

E confirmar o projeto com alguma antecedência foi fundamental. “Sim, é verdade. A categoria TCR está em voga na Europa e faz todo o sentido ter sido adoptada para o CNV. Os carros são mais parecidos com os do dia a dia e isso ajuda a cativar patrocinadores. Por isso consegui ‘fechar’ relativamente cedo o acordo com o Team Novadriver.” Com esta confirmação serôdia, Francisco Abreu vai poder desfrutar de um completo programa de testes em pista e no simulador, algo que pode ser determinante para o sucesso. “Como sempre disse, o Team Novadriver é muito profissional e nesta fase TCR, a equipa tem previsto um completo programa de testes que só é possível, exatamente, por ter conseguido confirmar o meu projeto tão cedo.”

Até à chegada do carro às instalações do Team Novadriver (prevista para os primeiros dias de março), Francisco Abreu vai “cuidando dos estudos, esperando ansiosamente que chegue a hora de me sentar no carro e testar para perceber o que tenho de mudar e de evoluir para ser rápido num automóvel muito diferente daquilo a que estou habituado.” Convirá lembrar que “é a primeira vez que vou competir com um carro de tração dianteira e frente a pilotos que já andaram com carro GT e Turismos.”

 

O Campeão Nacional de Velocidade 2015 está muito confiante e não hesita em dizer que “se nos anos anteriores, estavam reunidas as condições para ilustrar o meu palmarés com o primeiro título nacional, passados dois anos com a equipa tenho a certeza que mais vitórias me esperam e, sobretudo, devo trabalhar bem e com humildade para aspirar à internacionalização.”

César Campaniço entrevistado pela Sport TV

Após mais um título conquistado pelo Team Novadriver, o primeiro vivido por César Campaniço desde o muro das boxes e na qualidade de chefe de equipa, o piloto e responsável pelo Team Novadriver foi objeto de um trabalho de carreira por parte da Sport TV. Na secção de vídeos pode assistir, na íntegra, à entrevista.

 

https://www.youtube.com/watch?v=GwvyCu8RtSY

Team Novadriver vai reforçar a sua aposta no CNV com dois VW Golf TCR

O Team Novadriver já tinha anunciado o seu compromisso com o Campeonato Nacional de Velocidade (CNV), revelando, agora, qual o modelo a utilizar. O Team Novadriver terá ao seu dispor dois Volkswagen Golf GTI TCR, desenvolvidos pela Volkswagen Motorsport.Após o anúncio das novas regras do CNV para 2016, baseada na regulamentação TCR com carros de Turismo, o Team Novadriver manifestou o seu apoio a esta alteração, iniciando de imediato contactos para encontrar a melhor solução para manter uma presença ganhadora no CNV.A forte ligação do Team Novadriver à Audi Sport Customer Racing serviu de ponte para esta nova relação próxima com a Volkswagen Motorsport e com a Engstler Motorsport, equipa que está a desenvolver o Golf TCR. Assim, o Team Novadriver irá usar duas das 15 unidades do VW Golf GTI TCR que vão ser disponibilizadas, para todo o mundo, em 2016. Recordar que César Campaniço, piloto e responsável máximo do Team Novadriver, já foi piloto da Engstler Motorsport, tendo uma relação próxima com os seus responsáveis.Confirmada esta proximidade com a Volkswagen Motorsport, conquistada graças à qualidade, profissionalismo e palmarés do Team Novadriver, a equipa está agora a preparar a temporada de 2016 com renovada motivação.Mais tarde, o Team Novadriver fará a revelação dos pilotos para 2016.César Campaniço“Estamos extremamente orgulhosos pela oportunidade de colaborar com a Volkswagen Motorsport que, como se sabe, tem vindo a dominar o Mundial de Ralis, um dos campeonatos mais importantes. Quando foi oficializada a aposta da marca no mundo da velocidade, o Team Novadriver encetou contactos de maneira a poder usufruir de uma ligação profissional de alto nível e, com a ajuda da Audi Sport, a mesma chegou a bom porto. Creio ser importantíssimo ser uma das equipas pioneiras neste projeto TCR já que com a nossa experiencia e historial competitivo, também nós seremos uma mais-valia para a marca e muitos benefícios mútuos poderão surgir, sobretudo a nível de acesso privilegiado ao desenvolvimento do carro e também na excelente oportunidade para os nossos pilotos se darem a conhecer ao departamento de competição da VW nesta fase embrionária de um projecto onde resultados de vulto serão notados com maior importância.Penso que esta nova geração de turismos irá preencher a lacuna de uma categoria que poderá juntar o melhor dos dois mundos, ou seja, pilotos com experiência e pilotos que queiram começar uma carreira internacional em viaturas de rodas cobertas que, hoje em dia, é uma das melhores vias para o profissionalismo, sonho de qualquer jovem piloto. Para isso a equipa irá oferecer programas a nível Ibérico e um mini programa europeu onde se incluirão possíveis participações em rondas do campeonato Euro TCR ou ETCC onde este tipo de viaturas também são a referência actual. A escolha de pilotos está em andamento e a seu tempo serão apresentados consoante os respectivos projectos desportivos.”

César Campaniço regressa ao GT Open com Miguel Pais do Amaral

O piloto do Team Novadriver, César Campaniço, vai estar presente na jornada dupla de encerramento da temporada 2015 do Internacional GT Open, que se realiza no próximo fim de semana no traçado de Montmeló, Barcelona. Estará ao volante do Audi R8 LMS Ultra da equipa Drivex e terá como companheiro de equipa Miguel Pais do Amaral.

 

Contando com o apoio do Banco Carregosa, Novatech Plus, Galp Fórmula, Duoseg, Eco-Cars, Panta Racing Fuels, Autódromo Virtual de Lisboa, Audi Sport Customer Racing, Audi Financial Services e SIVA, César Campaniço aceitou o convite feito por Pais do Amaral para competir nesta derradeira jornada do GT Open. O piloto do Team Novadriver vai, assim, apadrinhar o regresso à competição de um piloto que já esteve presente ao mais alto nível no GT Open e no Le Mans Series, onde foi campeão da categoria LMP2 em 2009.

 

Além da presença do seu piloto, o Team Novadriver estará em Barcelona a fornecer apoio à equipa Drivex, oferecendo assim à equipa espanhola e aos dois pilotos toda a sua experiência com o Audi R8 LMS Ultra.

 

Apesar de Miguel Pais do Amaral estar há alguns anos afastado da competição, o objetivo de César Campaniço é lutar pelos primeiros lugares, num circuito onde o Audi R8 LMS Ultra anda bem. O conhecimento que o piloto do Team Novadriver tem do modelo vai, certamente, ajudar Pais do Amaral a evoluir mais rapidamente durante o fim de semana.

 

César Campaniço“Após a corrida do Estoril que fiz com o Joel Camathias, não tinha planos para regressar ao GT Open, pelo que aceitar o convite do Miguel Pais do Amaral foi fácil, ainda por cima porque estarei ao volante de um carro que conheço muito bem. A minha missão é ajudar o Miguel a recuperar o ritmo, ele que está afastado das corridas há bastante tempo, e dar-lhe a conhecer o Audi R8 LMS Ultra. Mesmo com este forte ‘handicap’, acredito que as qualidades do Audi e a sua facilidade de pilotagem vão contribuir para que ele recupere rapidamente o ritmo e possamos, juntos, fazer uma bela prestação. Naturalmente que iremos tentar lutar pela melhor posição possível e a vitória entre as equipas da categoria GT AM.”

 

Horário Barcelona

6ª feira - 30 out

13.00 – 14.00 – Treino Livre 1

16.40 – 17.40 – Treino Livre 2

 

Sábado – 31 out

11.05 – 11.35 – Qualificação 1

16.00 – 17.10 – Corrida 1

 

Domingo – 1 nov

09.40 – 10.10 – Qualificação 2

14.00 – 15.00 – Corrida 2 

César Campaniço ganha categoria Shifter/Masters na Taça de Portugal de Karting

A Taça de Portugal de Karting, disputada no passado fim de semana no Kartódromo de Leiria, assistiu ao regresso de César Campaniço à disciplina. E 20 anos depois de ter alcançado o primeiro título da sua carreira, precisamente em Leiria, o piloto do Team Novadriver voltou a ganhar, desta feita a Taça de Portugal na categoria Shifter Master (para pilotos acima dos 32 anos).

 

César Campaniço fez um verdadeiro regresso às origens e apesar de alguns problemas ditados pela inexperiência ditada pela ausência do piloto nestas competições e pelo mau tempo que se fez sentir, o piloto do Team Novadriver juntou mais um título ao seu palmarés. Assim, além dos cinco títulos absolutos no Campeonato Nacional de Velocidade (dois nos turismos e três nos GT), o piloto possui ainda quatro Taças de Portugal de Velocidade (2 de turismos e 2 de GT), dois títulos no Campeonato Espanhol de GT, um título Europeu de Karting e no Campeonato Nacional de Karting e duas Taças de Portugal de Karting.

 

Contas feitas, César Campaniço terminou no quarto lugar da geral absoluta, conquistando a vitória na categoria Shifter Masters, aos comandos de um CRG, marca de chassis com a qual foi Campeão Europeu de Karting em 1998.

 

César Campaniço“Confesso que não estava à espera deste resultado. Tinha como objetivo conquistar a vitória na categoria Shift Masters, mas conquistar um lugar entre os cinco melhores face a pilotos muito jovens e com grande experiência, foi alem do que tinha perspectivado. Fiquei muito satisfeito com o meu ritmo na minha estreia na categoria, pois nunca tinha andado, em competição, com um kart com caixa de velocidades e, mais ainda, por ter conquistado mais um título depois de ter sido em Leiria que ganhei o primeiro campeonato da minha carreira no automobilismo. Foi uma fantástica experiência, fiquei muito bem impressionado com o nível de excelência dos jovens pilotos do karting nacional e fiquei cliente desta categoria. Acredito que com mais algum treino poderei lutar pela vitória absoluta, pelo que mais cedo que tarde voltarei a repetir a presença em pista com este kart da CRG. Como sempre sucedeu desde a sua fundação, o Team Novadriver está atento aos muito jovens pilotos com muita  qualidade que andam pelos campeonatos de karting, estando disponível para promover a ascenção aos patamares seguintes da competição automóvel, suportados por projetos bem apoiados que assegurem a sua progressão sustentada.” 

Team Novadriver conquista título 2015 do Campeonato Nacional de Velocidade

Após uma corrida muito difícil pelo seu formato inédito nas competições nacionais, o Team Novadriver reclamou mais um título. Com uma dupla vitória no final das duas horas de prova, realizada hoje no Autódromo do Estoril, Francisco Abreu e Armando Parente, ao volante do Tatuus PY012/Honda com as cores da Brisa Maracujá, Socicorreia, King Tony Ferramentas, Eco-Cars, Diário da Madeira, Clube Desportivo Nacional da Madeira, Autódromo Internacional do Algarve, Novatech, Autódromo Virtual de Lisboa, Galp Fórmula, Panta Racing Fuels, Duoseg, Cision e Honda, sagraram-se Campeões Nacionais de Velocidade 2015.

 

Após rubricarem o melhor tempo nos treinos de qualificação, os pilotos do Team Novadriver tinham uma missão para a derradeira prova do CNV 2015, disputada num formato diferente de duas horas com turnos de condução mínimos de 50 minutos e classificação a cada sessenta minutos e pontos de bónus para as voltas mais rápidas em cada hora de corrida.

 

Francisco Abreu cumpriu a largada e com uma atitude cautelosa, manteve o comando, mas a acabaria por perdê-lo para os seus mais diretos adversários na luta pelo título. O piloto do Team Novadriver manteve o sangue frio e pouco depois via Pedro Salvador, líder do campeonato acumular atraso irrecuperável devido a problemas mecânicos. Começou, nessa altura, a gestão da corrida que acabaria por ser facilitada quando José Pedro Faria, que ocupava o primeiro lugar entre os concorrentes ao CNV 2015, foi forçado a abandonar com problemas mecânicos. Perante este cenário, Francisco Abreu ganhou a primeira hora de corrida, reclamando a pontuação máxima, na frente de José Faria e de Pedro Salvador.

 

Com uma estratégia orquestrada desde o muro das boxes por César Campaniço, o Team Novadriver colocou no Tatuus PY012/Honda Armando Parente com uma única missão: levar o carro até final para recolher nova pontuação máxima e conquistar o título. O piloto lisboeta esteve irrepreensível e cumpriu na perfeição o plano gizado. Ainda assim, foi um final de prova complicado devido ao facto de Armando Parente estar entre um pelotão aguerrido e com muitas diferenças de andamento.

 

Contas feitas, o Team Novadriver conquistou a pontuação máxima no final das duas horas e com o ponto ganho com a “pole-position”, reclamou o título 2015 do Campeonato Nacional de Velocidade.

 

Francisco Abreu“Estou muito feliz! É um sonho concretizado e tenho de agradecer ao Team Novadriver, que nos colocou nas mãos um carro perfeito, e aos meus patrocinadores que permitiram chegar a esta título. A corrida foi muito desgastante psicologicamente, pois foi muito longa e era preciso manter o sangue frio para gerir o carro, os pneus e a ansiedade. Perdi a liderança da classificação do CNV logo nas primeiras curvas, mas o azar que nos prejudicou em algumas situações tocou à porta dos nossos adversários e tudo ficou mais simples. Porém, tive de continuar a poupar o carro e os pneus até à troca de pilotos. Tínhamos uma estratégia bem definida e no global, esta corrida foi um belo final de temporada que culminou com este título, no qual, apesar do atraso que tínhamos, sempre acreditei que seria possível conquistar.”

 

Armando Parente“A primeira parte da corrida foi enervante com várias situações a acontecer no turno do Francisco, mas tudo acabou por se compor e o meu turno acabou por ser mais tranquilo, pois tive apenas de gerir a enorme vantagem que tinha sobre os nossos adversários e contornar os eventuais problemas que poderiam surgir em pista devido ao nível dispare dos pilotos do campeonato V de V. Naturalmente que estou muito feliz com este título absoluto, depois do título nos CN do ano passado, tendo de agradecer ao Team Novadriver e aos meus patrocinadores por uma época fantástica.”

 

César Campaniço “Foi o meu primeiro título ganho desde o muro das boxes que me deixou muito feliz, pois foi fruto de um trabalho de equipa onde o Team Novadriver e os nossos pilotos estiveram em excelente nível. Foi uma corrida muito complicada devido ao seu inédito formato, com muita estratégia e muitas contas. Porém, tudo correu da melhor forma e recuperámos o título nacional perdido o ano passado. Termino a temporada muito feliz com este título, menos satisfeito com uma época atípica onde fui mais chefe de equipa que piloto, mas 2016 trará novidades e acredito que o novo ano poderá ser muito excitante.”

Team Novadriver na luta pelo título

Após mais uma exibição irrepreensível, o Team Novadriver venceu a segunda corrida do Racing Weekend de Portimão, a contar para o Campeonato Nacional de Velocidade (CNV) realizada hoje no Autódromo Internacional do Algarve (AIA). Francisco Abreu e Armando Parente, ao volante do Tatuus PY012/Honda com as cores da Brisa Maracujá, Socicorreia, King Tony Ferramentas, Eco-Cars, Diário da Madeira, Clube Desportivo Nacional da Madeira, Autódromo Internacional do Algarve, Novatech, Autódromo Virtual de Lisboa, Galp Fórmula, Panta Racing Fuels, Duoseg, Cision e Honda, espalharam classe pelo traçado algarvio e regressaram à luta pelo título.

 

Adotando a mesma tática do dia anterior, Francisco Abreu começou esta segunda corrida a partir do segundo lugar da grelha, mas rapidamente se apoderou da liderança, começando, imediatamente, a ganhar vantagem aos seus mais diretos adversários. O piloto madeirense do Team Novadriver suportou, com classe, a pressão do segundo classificado até à obrigatória troca de pilotos, rubricando pelo caminho a volta mais rápida da corrida.

 

Armando Parente, graças a mais um excelente trabalho de boxes do Team Novadriver, regressou à pista com vantagem alargada sobre o segundo classificado. Suportou com nervos de aço a aproximação do seu adversário, até este ser penalizado. A partir dai com uma vantagem superior a duas dezenas de segundos sobre os seus mais diretos oponentes, limitou-se a gerir o andamento até cruzar a linha de meta como vencedor.

 

Contas feitas ao Campeonato Nacional de Velocidade (CNV), o Team Novadriver encurtou, de forma clara, a diferença para os líderes do CNV, com Francisco Abreu e Armando Parente a estarem, agora, a 10 pontos do primeiro lugar, quanto falta disputar a última prova da competição, no Autódromo do Estoril nos dias 7 e 8 de novembro.

 

Francisco Abreu “Mais uma vitória conquistada com sofrimento mas com categoria, pois apesar de largar da segunda posição da grelha, consegui arrebatar a liderança rapidamente e, a partir dai, tentei construir uma vantagem que desse ao Armando a possibilidade de gerir a parte final da prova. A excelente prestação da equipa nas boxes deu-nos esse conforto e acabámos por ser felizes. Confirmámos que continuamos muito fortes em corrida e que sem azares somos, sempre, candidatos à vitória. Recuperámos muitos pontos e regressamos à rota do título, o objetivo que eu, o Armando e o Team Novadriver – uma vez mais absolutamente imperial! – traçamos no início da temporada. Agora vamos preparar bem a última corrida da época para tentar um final feliz.”

 

Armando Parente“Não foi um turno fácil, pois a pista estava muito quente e os pneus degradaram-se um pouco, mas com a vantagem conquistada pelo Francisco e pela excelente paragem nas boxes, foi possível ir controlando a ansiedade e gerir a aproximação dos nossos adversários, até que eles sofreram uma penalização, deixando-me mais tranquilo para as voltas finais. Reduzi o andamento e tentai preservar o carro até ser invadido por uma enorme sensação de alegria ao ver a bandeira de xadrez e vencer pela segunda vez, percebendo que voltamos a estar na luta pelo título. Resta-nos dar tudo por tudo no Estoril, pista onde já fomos felizes e onde o Team Novadriver teve uma prestação dominadora o ano passado.”

Team Novadriver reacende luta pelo título nacional com vitória de classe

O Team Novadriver venceu a primeira corrida do Racing Weekend de Portimão, a contar para o Campeonato Nacional de Velocidade (CNV) realizada hoje no Autódromo Internacional do Algarve (AIA). Ao volante do Tatuus PY012/Honda com as cores da Brisa Maracujá, Socicorreia, King Tony Ferramentas, Eco-Cars, Diário da Madeira, Clube Desportivo Nacional da Madeira, Autódromo Internacional do Algarve, Novatech, Autódromo Virtual de Lisboa, Galp Fórmula, Panta Racing Fuels, Duoseg, Cision e Honda, Francisco Abreu e Armando Parente dominaram com classe a corrida.

 

Como ficou evidente nos treinos livres, onde o Team Novadriver cuidou de completar o programa técnico de preparação para a corrida, o Tatuus PY012/Honda estava com melhor ritmo em condições de prova, deixando Francisco Abreu e Armando Parente muito confiantes. Apesar de largar da segunda posição da grelha de partida, rapidamente Armando Parente chegou a primeiro, impondo um ritmo demolidor que acabou por causar erosão nos seus adversários.

 

Com o azar a bater à porta dos líderes do campeonato, atrasando-os, Armando Parente limitou-se a manter o Tatuus PY012/Honda do Team Novadriver nos limites da pista, aproveitando a entrada em pista do “safety car” para poupar carro e pneus. Cumprida a troca de pilotos, onde o Team Novadriver voltou a estar em plano de destaque com  a paragem mais rápida de toda a corrida, Francisco Abreu herdou uma liderança folgada e um carro perfeito, aproveitando o piloto madeirense para rubricar a volta mais rápida da corrida (1m43.718s) e conquistar mais uma extraordinária vitória para o Team Novadriver.

 

Para a corrida de amanhã, o Team Novadriver voltará a sair da segunda posição da grelha de partida, com Francisco Abreu a cumprir a largada. A inequívoca vitória alcançada hoje, alimenta a vontade de regressar ao lugar mais alto do pódio e reacender a luta pelo título do Campeonato Nacional de Velocidade.

 

Não perca, amanhã, a segunda corrida do Racing Weekend de Portimão às 15.35 horas.

 

Francisco Abreu“Acabou por ser uma corrida mais fácil, no meu turno, que o previsto, pois afastamos o azar que nos apoquentou nas últimas corridas e com um Tatuus PY012/Honda perfeito depois de um excelente turno do Armando – e aqui tenho de dar, mais uma vez, os parabéns à equipa técnica do Team Novadriver - consegui rubricar a volta mais rápida, o segundo objetivo para esta corrida. Depois foi levar o carro até final, sem exageros para recolher uma vitória que me deixa muito feliz e que, sobretudo, nos recoloca bem dentro na luta pelo título deste ano, aquele que é o nosso grande objetivo, sendo que amanhã iremos, certamente, tentar repetir esta alegria e deixar tudo em aberto, no que diz respeito ao campeonato, para a derradeira corrida no Autódromo do Estoril.”

 

Armando Parente“O carro esteve fabuloso e só tenho de agradecer e destacar o excelente trabalho feito pelo Team Novadriver no nosso Tatuus PY012/Honda. Sabíamos que tínhamos um carro rápido – não vencemos aqui na primeira visita por manifesto azar – e que se conseguisse chegar à primeira posição tudo seria mais simples. Conseguido esse objetivo, mantive um ritmo forte e, desta vez, o azar tocou à porta dos nossos adversários. Depois, a entrada em pista do ‘safety car’ complicou-nos um pouco as contas, mas, mais uma vez, o excelente trabalho da equipa e uma bela paragem nas boxes permitiu que o Francisco pudesse levar o carro até à bandeira de xadrez. Uma vitória clara que me deixa muito satisfeito porque ‘vinga’ o azar das últimas provas e deixa-nos bem dentro da luta pelo título.”

Team Novadriver não baixa os braços e deseja continuar na luta pelo título

O Campeonato Nacional de Velocidade (CNV) regressa após a pausa estival com mais um Racing Weekend a realizar-se no Autódromo Internacional do Algarve (AIA), segunda visita do ano ao traçado algarvio, nos dias 4 a 6 de setembro. O Team Novadriver vai estar presente com o Tatuus PY012/Honda com as cores da Brisa Maracujá, Socicorreia, King Tony Ferramentas, Eco-Cars, Diário da Madeira, Clube Desportivo Nacional da Madeira, Autódromo Internacional do Algarve, Novatech, Autódromo Virtual de Lisboa, Galp Fórmula, Panta Racing Fuels, Duoseg, Cision e Honda, pilotado pela dupla Francisco Abreu e Armando Parente.

 

A temporada 2015 do Team Novadriver continua dentro dos objetivos traçados no início do ano, apesar dos azares que foram atingindo a equipa em alturas cruciais da época. A jovem e talentosa dupla de pilotos está, atualmente, no segundo lugar da competição e totalmente focada, tal como a equipa técnica do Team Novadriver, na luta pelo título até à derradeira volta do Racing Weekend do Estoril, até ver, a jornada de encerramento do CNV.

 

Será com esse espírito e com a certeza que o Tatuus PY012/Honda é veloz e muito competitivo no AIA, que Francisco Abreu e Armando Parente vão tudo fazer para vencer as duas corridas do Racing Weekend de Portimão.  

 

Francisco Abreu “A primeira visita do ano ao AIA não foi a mais agradável, mas provámos que o Tatuus PY012/Honda é muito rápido e consistente em corrida e que a vitória teria sido nossa sem um ligeiro contratempo. Está ultrapassado e como aprendemos com os erros, vou tentar andar o mais depressa possível para com a ajuda do Armando conseguir conquistar as duas vitórias e pressionar os líderes como o fizemos, por exemplo, em Vila Real. Estou muito confiante na qualidade da equipa e podem contar connosco para lutar até ao fim pelo título.”

 

Armando Parente“Apesar de tudo, temos de estar confiantes, pois fizemos um excelente trabalho na anterior visita ao AIA, pelo que o único objetivo que temos é vencer. A temporada não correu, até agora, como o esperado, mas a verdade é que demos provas, até ao momento, que somos rápidos e capazes de vencer corridas. É isso que vamos tentar fazer, lutando até ao limite pelo ceptro de 2015.”

 

Horário Racing Weekend Portimão

04 setembro (sexta-feira)

10.35 – 10.55 – Treinos Livres 1

12.40 – 13.00 – Treinos Livres 2

17.45 – 18.20 – Qualificação 1 e 2 (15’/5’/15’)

05 setembro (sábado)

17.30 – 18.20 – Corrida 1

06 setembro (domingo)

15.35 – 16.25 – Corrida 2

Entrevista: Francisco Abreu (piloto Team Novdriver)

Qual o balanço da primeira parte do CNV?

Após um ano de estreia com o Team Novadriver que terminou da melhor maneira, começar o ano com uma vitória foi excelente. A equipa técnica do Team Novadriver voltou a mostrar a sua qualidade e por esse lado, o balanço desta primeira fase do campeonato é muito positivo. Porém, as coisas não correram como desejávamos após a estreia em Braga da minha parceria com o Armando Parente. Em Portimão tive um acidente na dobragem a um piloto atrasado, numa altura em que o nosso Tatuus PY012/Honda se mostrava perfeitamente afinado. Um abandono que prejudicou as contas do campeonato, tendo voltando a conhecer o azar em Vila Real. Mais um abandono – quando estava muito perto de chegar à vitória – que complicou, bastante, a nossa candidatura ao título, mesmo tendo exibido um andamento mais que suficiente para lutar pela vitória.

 

Quais as perspetivas para a parte final do CNV?

É verdade que estamos um pouco longe do primeiro lugar do campeonato, porém, a competição oferece pontos para a “pole-position” e para a volta mais rápida, pelo que a faltarem quatro corridas, há condições para incomodar os líderes e tentar, até ser matematicamente impossível, conquistar o título. Como tenho absoluta confiança na equipa técnica do Team Novadriver, quero acreditar que podemos, ainda, ser campeões.

 

As pistas que faltam para o final são favoráveis?

O Tatuus PY012/Honda do Team Novadriver com as cores da Brisa Maracujá, Socicorreia, King Tony Ferramentas, Eco-Cars, Diário da Madeira, Clube Desportivo Nacional da Madeira, Autódromo Internacional do Algarve, Novatech, Autódromo Virtual de Lisboa, Galp Fórmula, Panta Racing Fuels, Duoseg, Cision e Honda, tem vindo a demonstrar ser muito consistente em corrida. Na pista de Portimão provámos isso mesmo e poderíamos ter ganho. O Autódromo do Estoril é talismã, pois foi ali que venci pela primeira vez no CNV. Ou seja, estou muito confiante que podemos lutar pela vitória nas quatro corridas que faltam para concluir o CNV 2015, e, naturalmente, pelo título.

 

Entrevista: Armando Parente (Piloto Team Novadriver)

Qual o balanço da primeira parte do CNV?

Após as seis corridas já disputadas, tenho de fazer um balanço misto do que tem sido a temporada. Por um lado muito satisfeito com a qualidade do Team Novadriver e com o arranque da competição, pois vencemos logo na estreia em Braga e ocupamos o primeiro lugar da competição. Mostrámos andamento suficiente para justificar essa liderança que acabou por se esfumar devido a dois incidentes em Portimão e em Vila Real. Dois abandonos que prejudicaram, muito, as contas do campeonato. Por outro lado, o Tatuus PY012/Honda com as cores da Brisa Maracujá, Socicorreia, King Tony Ferramentas, Eco-Cars, Diário da Madeira, Clube Desportivo Nacional da Madeira, Autódromo Internacional do Algarve, Novatech, Autódromo Virtual de Lisboa, Galp Fórmula, Panta Racing Fuels, Duoseg, Cision e Honda, mostrou ser mais consistente e eficaz em corrida que nos treinos.

 

Quais as perspetivas para a parte final do CNV?

Na minha opinião estamos já demasiado longe do primeiro lugar do CNV, pelo que entendo que faltando quatro corridas para o final da competição, temos de dar tudo por tudo para as vencer e conseguir os pontos de bónus oferecidos pelas “pole-position” e pelas voltas mais rápidas, esperando que a malapata que nos perseguiu nas primeiras três jornadas duplas do campeonato nos abandone. Tenho absoluta confiança na equipa técnica do Team Novadriver, pelo que está nas nossas mãos tentar encurtar a diferença pontual para os líderes e nesse aspeto, naturalmente que vamos dar tudo por tudo para vencer e tentar alcançar o nosso objetivo para 2015, ser campeões nacionais.

 

As pistas que faltam para o final são favoráveis?

Acredito que sim, pois em Portimão, até ao incidente na dobragem a um piloto atrasado, provámos que o Tatuus PY012/Honda do Team Novadriver é muito consistente e rápido em condições de corrida. O Autódromo do Estoril é a pista de “casa”, sempre andei bem ali e o ano passado o Francisco e o Team Novadriver dominaram as duas corridas ali realizadas. Por isso, as perspetivas são as melhores para o final do CNV e vamos, naturalmente, atacar a fundo para vencer e, além de oferecer mais um título ao Team Novadriver, pessoalmente, conquistar um segundo ceptro de forma consecutiva após a vitória no CNV 2014 na categoria C3.

 

Team Novadriver mantém luta pelo título

O Campeonato Nacional de Velocidade (CNV) está prestes a regressar à ação, após se terem cumprido dois terços do calendário com a realização dos Racing Weekend de Braga, Portimão e Vila Real. O Team Novadriver tem sido protagonista na competição, com o segundo lugar da dupla Francisco Abreu e Armando Parente.

 

Ao volante do Tatuus PY012/Honda do Team Novadriver com as cores da Brisa Maracujá, Socicorreia, King Tony Ferramentas, Eco-Cars, Diário da Madeira, Clube Desportivo Nacional da Madeira, Autódromo Internacional do Algarve, Novatech, Autódromo Virtual de Lisboa, Galp Fórmula, Panta Racing Fuels, Duoseg, Cision e Honda, Francisco Abreu e Armando Parente já venceram esta temporada e passaram pelo comando do campeonato.

 

Após uma vitória e um segundo lugar em Braga, que outorgou a liderança da competição a Francisco Abreu e Armando Parente, um resultado menos conseguido devido a um abandono causado por uma desafortunada colisão na segunda jornada realizada em Portimão e novo abandono devido a despiste na primeira corrida de Vila Real, relegou a promissora jovem dupla de pilotos do Team Novadriver para o segundo lugar do CNV 2015.

 

Porém, as exibições da talentosa dupla de pilotos do Team Novadriver,  seja nos treinos, seja nas corridas, mostram que a dupla está cada vez mais sólida e com andamento suficiente para manter os líderes sob pressão e, assim, lutar pela vitória na competição nos dois Racing Weekend que faltam para o final da temporada, aproveitando, ainda, as bonificações em pontos pela “pole-position” e pela volta mais rápida.

 

César Campaniço“Como responsável pelo Team Novadriver, tenho um sentimento misto em relação à temporada. Por um lado, muito satisfeito com a excelente dupla de pilotos e com a qualidade da equipa técnica do Team Novadriver que tem colocado o Tatuus PY012/Honda sempre em excelente condições. Por outro lado, naturalmente triste pelos desfechos menos conseguidos em Portimão e Vila Real, onde ficou evidente que poderíamos ter obtido outros resultados. Temos sido constantemente a equipa mais forte em condições de corrida, porém, os dois abandonos registados colocam-nos com um atraso de 29 pontos para os líderes quando existem 104 pontos em jogo (podem ser mais se a sexta prova do calendário for confirmada), o que nos deixa com uma margem de erro muito reduzida. Porém, o desporto automóvel é fértil nestas situações e como diz o povo ‘não há mal que sempre dure, nem bem que nunca acabe’, pelo que, no que depender da equipa, estou confiante que ainda temos uma palavra a dizer na luta pelo campeonato deste ano.”

Team Novadriver termina em segundo corrida que acabou antes de tempo

Após o nono lugar final, quarto entre os carros do Campeonato Nacional de Velocidade – Sport Protótipos, o Team Novadriver voltou a não conhecer a felicidade no Circuito de Vila Real. A segunda corrida do programa do CNV, disputada hoje, não chegou ao final, sendo neutralizada com “Safety Car” depois de ser encontrado óleo na pista. A limpeza do circuito revelou-se demorada e devido ao apertado horário do fim de semana de Vila Real, o colégio de comissários desportivos (CCD) decidiu dar por terminada a corrida com apenas 29 minutos realizados.

 

A decisão do CCD sustenta-se nas Prescrições Específicas de Circuitos 2015, cujo Art. 36 A, alíneas a) e b), diz na alínea b) “numa corrida disputada ao tempo, cuja duração total prevista seja igual ou inferior a 60 (sessenta) minutos, se a suspensão da corrida (nos termos do Art.36) ocorrer quando já tiver sido cumprido mais de 75% (setenta e cinco) do tempo total previsto para a duração da corrida (arredondado para a volta ou o minuto inteiro imediatamente inferior no caso de resultarem minutos e segundos), esta não será retomada. Neste caso, a classificação final será a que se tiver verificado no final da penúltima volta que o 1º classificado da corrida tiver completado anteriormente àquela em que tiver sido mostrado o sinal de paragem de corrida.” 

 

Com tudo isto, Francisco Abreu e Armando Parente, ao volante do Tatuus PY012/Honda do Team Novadriver com as cores da Brisa Maracujá, Socicorreia, King Tony Ferramentas, Eco-Cars, Diário da Madeira, Clube Desportivo Nacional da Madeira, Autódromo Internacional do Algarve, Novatech, Autódromo Virtual de Lisboa, Galp Fórmula, Panta Racing Fuels, Duoseg, Cision e Honda, acabaram classificados no segundo lugar.

 

Final que não deixou satisfeito o Team Novadriver, pois na esteira do mau resultado de ontem, Francisco Abreu e Armando Parente, voltaram a perder pontos preciosos. Contas feitas, o Racing Weekend de Vila Real saldou-se por um nono e um segundo lugar, reforçando, porém, o segundo posto no Campeonato Nacional de Velocidade. Próxima prova será em Setembro, no Autódromo Internacional do Algarve.

 

 

Francisco Abreu – “Após o incidente de ontem, naturalmente que o começo da corrida foi complicado para mim e apesar de ter feito um excelente arranque e chegado à liderança, acabei por a perder pouco depois. Mas estava já a apanhar o primeiro classificado quando saiu o ‘safety car’ que, posteriormente, acabou com a corrida. Foi pena pois tenho a certeza que poderíamos lutar pela vitória. Paciência, ficámos em segundo e agora temos de descansar e tentar recuperar os pontos perdidos nas próximas provas, tentando alcançar o objetivo desde o início da temporada: vencer o título!”

 

Armando Parente – “Foi um fim de semana duro para nós, pois ontem fomos atrapalhados por uma das armadilhas deste circuito citadino de Vila Real, hoje eu nem sequer me sentei no carro e tivemos direito a menos de meia hora de corrida. O resultado de Vila Real não é aquele que desejávamos, mas vamos regressar mais fortes.” 

Team Novadriver azarado em Vila Real

O Team Novadriver não teve a sorte pelo seu lado durante a primeira corrida da jornada dupla do Campeonato Nacional de Velocidade (CNV) que decorreu hoje no Circuito de Vila Real. Ao volante do Tatuus PY012/Honda do Team Novadriver com as cores da Brisa Maracujá, Socicorreia, King Tony Ferramentas, Eco-Cars, Diário da Madeira, Clube Desportivo Nacional da Madeira, Autódromo Internacional do Algarve, Novatech, Autódromo Virtual de Lisboa, Galp Fórmula, Panta Racing Fuels, Duoseg, Cision e Honda, Francisco Abreu e Armando Parente não foram além do nono lugar, após um despiste do piloto madeirense.

 

Conseguido o segundo lugar nos treinos de qualificação, o Team Novadriver desenhou uma estratégia capaz de devolver Francisco Abreu e Armando Parente ao lugar mais alto do pódio. Foi este último quem fez a largada, adoptando um ritmo rápido mas capaz de poupar o carro e os pneus. Cumprida a obrigatória troca de pilotos, o Team Novadriver voltou a fazer um excelente trabalho, devolvendo o Tatuus PY012/Honda à pista com Francisco Abreu no volante. Com um ritmo impressionante, o madeirense rapidamente se chegou à traseira do carro do líder. Esforço debalde, pois um ligeiro erro numa das zonas mais complicadas, deixou marcas evidentes no carro.

 

Numa mostra de forte resiliência, Francisco Abreu regressou à pista e arrastou-se até final para recolher alguns pontos. Uma corrida que parecia estar destinada a conhecer um final feliz para o Team Novadriver, acabou em desilusão com um pálido 9º lugar à geral, quarto entre os sport-protótipos.

 

Amanhã será realizada a segunda corrida, às 13.40 horas, com transmissão em direto na TVI 24.

 

Francisco Abreu – “Vila Real é assim mesmo... Não perdoa o mínimo erro e numa altura em que estava a recuperar muito tempo face ao líder da corrida e sentia confiança, um ligeiro descuido da minha parte acabou com a corrida. Ainda conseguiu levar o carro até final e recolher os pontos do quarto lugar, mas hoje era dia de ganhar. Senti que era possível!”

 

Armando Parente – “Tínhamos uma estratégia bem delineada, onde o meu papel era perder o menos tempo possível poupando o carro e, sobretudo, os pneus. Consegui os dois objetivos e foi manifesto azar que um ligeiro erro do Francisco, perfeitamente normal num circuito como este, tenha sido tão penalizador. Paciência, vamos tentar tudo na segunda corrida para vencer.” 

Team Novadriver quer recuperar pontos na luta pela vitória no campeonato

O Campeonato Nacional de Velocidade (CNV) regressa à ação no mítico Circuito de Vila Real nos dias 10 a 12 de julho, cumprindo a terceira jornada dupla da competição onde o Team Novadriver tem ocupado lugar de destaque.

 

Ao volante do Tatuus PY012/Honda do Team Novadriver com as cores da Brisa Maracujá, Socicorreia, King Tony Ferramentas, Eco-Cars, Diário da Madeira, Clube Desportivo Nacional da Madeira, Autódromo Internacional do Algarve, Novatech, Autódromo Virtual de Lisboa, Galp Fórmula, Panta Racing Fuels, Duoseg, Cision e Honda, Francisco Abreu e Armando Parente já venceram esta temporada, tendo passado pelo comando do campeonato.

 

Após uma vitória e um segundo lugar em Braga, que outorgou a liderança da competição a Francisco Abreu e Armando Parente, um resultado menos conseguido devido a um abandono causado por uma colisão sem culpa própria na segunda jornada realizada em Portimão, relegou a promissora jovem dupla de pilotos do Team Novadriver para o segundo lugar do CNV.

 

Vila Real é o palco que se segue para a realização da terceira jornada dupla do CNV, circuito citadino difícil e complicado. A dupla de pillotos do Team Novadriver não é neófita no traçado transmontano, pois Francisco Abreu conquistou dois pódios o ano passado e Armando Parente, embora ao volante de um menos competitivo Radical, alcançou um pódio à geral numa pista ainda mais complicada devido à chuva.

 

Estes resultados provam que a talentosa dupla de pilotos do Team Novadriver sente-se confortável na pista de Vila Real, ligeiramente alterada em relação a 2014 devido à presença das corrida do Mundial de Turismos (WTCC), pelo que as perspectivas são as melhores. O objetivo primário de Francisco Abreu e Armando Parente será capitalizar, em pontos, o andamento evidenciado até ao momento, respeitando a pista e os adversários, contando com um Tatuus PY012/Honda totalmente revisto para esta terceira jornada dupla do CNV.

 

 

Francisco Abreu – “Confesso que o resultado de Portimão me deixou algo desconsolado, mas já passou e sei que a equipa também já ultrapassou a desilusão. Vamos para uma pista difícil, um traçado citadino sempre complicado, mas tenho a certeza que a equipa técnica vai entregar-nos um Tatuus PY012/Honda em perfeitas condições e tudo o que eu e o Armando temos de fazer é tentar ser o mais rápidos possível sem cometer erros que comprometam as contas do campeonato, pois o nosso objetivo é conquistar o ceptro deste ano.”

 

Armando Parente – “Vila Real é uma pista dura e que encerra muitas armadilhas, traçado citadino que vai colocar-nos à prova. Temos de andar  o mais depressa possível, evitando cometer erros que possam comprometer o campeonato. Só conheço o traçado ao volante de um Radical, pelo que será um desafio interessante e estou ansioso que chegue a hora de regressar ao volante do Tatuus PY012/Honda.”

Team Novadriver termina segunda corrida muito próximo do pódio

Após o azar conhecido ontem, na primeira corrida da jornada dupla do International GT Open disputada no Autódromo do Estoril, o Team Novadriver voltou a não ser feliz na sessão de qualificação para a segunda corrida, disputada no dia de hoje. A caixa de velocidades do Audi R8 LMS Ultra com as cores do Banco Carregosa, Novatech Plus, Galp Fórmula, Duoseg, Eco-Cars, Panta Racing Fuels, Autódromo Virtual de Lisboa, Audi Sport Customer Racing, Audi Financial Services e SIVA, voltou a dar dores de cabeça à equipa e impediu que Joel Camathias fosse alem do 11º lugar na grelha de partida.

 

Largando para a corrida do final do pelotão, o piloto suíço do Team Novadriver limitou-se a evitar problemas, mantendo o Audi R8 LMS Ultra próximo do “Top 10”, acabando por beneficiar de uma entrada em pista do “Safety Car” entregando o carro a César Campaniço imediatamente antes dessa situação.

 

O piloto do Team Novadriver saiu para a pista no sexto lugar, acabando por subir até ao quarto lugar quando terminaram as paragens para trocas de pilotos. Exibindo classe, Campaniço tentou “roubar” o terceiro lugar ao pelotão de Ferrari 458 Italia que estava na sua frente, atacando muito até final, mas terminando a corrida a defender-se do quinto classificado.

 

Contas feitas, um quarto lugar saboroso, principalmente, olhando aos problemas sentidos ao longo do final de semana, provando que os objetivos do Team Novadriver para a jornada portuguesa do GT Open – terminar entre os cinco primeiros – pecavam por serem modestos.

 

César Campaniço“Depois da desilusão de ontem, o quarto lugar é muito saboroso, provando que tínhamos possibilidade de lutar pelo pódio com um Audi R8 LMS Ultra muito bem preparado pela equipa técnica do Team Novadriver. É verdade que conhecemos alguns problemas com a transmissão, mas a verdade é que estivemos bem e saio do Estoril muito satisfeito.”

 

Joel Camathias“Excelente quarto lugar que vem compensar os problemas com a transmissão que conhecemos ao longo de todo o fim de semana. Tenho de agradecer ao Team Novadriver e ao César Campaniço esta oportunidade e veremos o que o futuro nos reserva.”

 

Team Novadriver termina no pódio

O Team Novadriver com Francisco Abreu e Armando Parente, ao volante do Tatuus PY012/Honda com as cores da Brisa Maracujá, Socicorreia, King Tony Ferramentas, Eco-Cars, Diário da Madeira, Clube Desportivo Nacional da Madeira, Autódromo Internacional do Algarve, Novatech, Autódromo Virtual de Lisboa, Galp Fórmula, Panta Racing Fuels, Duoseg, Cision e Honda, terminou a segunda corrida da segunda jornada dupla do Campeonato Nacional de Velocidade (CNV), disputada hoje no Autódromo Internacional do Algarve (AIA) no terceiro lugar final.

 

Armando Parente cumpriu a largada para esta segunda corrida, após ter rubricado o segundo melhor tempo na segunda sessão de qualificação disputada ontem. O piloto do Team Novadriver pressionou o líder até à paragem obrigatória para troca de pilotos, entregando o Tatuus PY012/Honda a Francisco Abreu no segundo lugar.

 

O jovem madeirense, aproveitando um excelente trabalho de boxes por parte do Team Novadriver, ficou no comando da corrida e foi construindo uma sólida vantagem para os seus adversários. Porém, quando a corrida se encaminhava para o final, um carro parado na pista forçou a entrada em pista do “safety car” que esteve na frente do pelotão durante bastante tempo. Francisco Abreu acabou por ser surpreendido no recomeço da prova e, assim, o piloto do Team Novadriver acabou por perder a liderança, terminando a corrida no terceiro lugar.

 

Próxima corrida do CNV será nos dias 11 e 12 de julho no circuito de Vila Real, juntamente com o WTCC.

 

Francisco Abreu“Não era o final que queríamos, pois o excelente trabalho do Team Novadriver nas boxes e o bom turno feito pelo Armando, mereciam outro resultado. Porém, o ‘safety car’ esteve demasiado tempo em pista, surpreendeu-me pois anunciou o recomeço da corrida tarde demais e acabei por perder a liderança que tínhamos ganho com classe e categoria.”

 

Armando Parente“Após a largada ainda tentei passar o primeiro classificado, mas decidi ser prudente e manter a pressão sobre o líder ao mesmo tempo que tentava poupar os pneus. Tudo correu normalmente no meu turno, o trabalho de boxes foi excelente, mas o ‘safety car’ acabou por estragar os nossos planos. É um pódio, mas não era este o resultado que ambicionávamos, mas temos de nos manter otimistas e pensar já na próxima prova com o objetivo de vencer.” 

Text.

Team Novadriver abandona com problemas no Audi R8 LMS Ultra

O Team Novadriver não foi feliz na primeira corrida da jornada dupla do Internacional GT Open, realizada hoje no Autódromo do Estoril. Após uma excelente sessão de qualificação, onde César Campaniço levou o Audi R8 LMS Ultra com as cores do Banco Carregosa, Novatech Plus, Galp Fórmula, Duoseg, Eco-Cars, Panta Racing Fuels, Autódromo Virtual de Lisboa, Audi Sport Customer Racing, Audi Financial Services e SIVA, ao terceiro lugar da grelha de partida, a corrida terminou abruptamente devido a um problema elétrico.

 

César Campaniço cumpriu a largada e após uma tentativa, imediata, de chegar ao segundo lugar, optou, prudentemente, por conservar o terceiro posto até à troca de pilotos. Joel Camathias ocupou o lugar do piloto português, mas não foi muito longe, pois na subida para a curva Vip, o Audi R8 LMS Ultra parou e forçou o Team Novadriver ao abandono, o que não acontecia há muito tempo.

 

Amanhã realiza-se a sessão de qualificação para a segunda corrida, que se irá disputar a partir das 13.00 horas, com transmissão em direto no sítio do campeonato (www.gtopen.net), no Motors TV e na Sport TV3.

 

César Campaniço“A pista estava muito dura hoje, talvez devido ao calor que se fez sentir no Autódromo do Estoril, mas conseguiu defender o terceiro lugar dos ataques dos velozes Ferrari 458. Decidi manter a posição e entregar o carro ao Joel na melhor forma. Infelizmente, um problema elétrico acabou por forçar o abandono quando o pódio estava claramente ao nosso alcance. Amanhã tudo faremos para rectificar este resultado e alcançar o objetivo que traçámos no início do fim de semana, ou seja, um lugar entre os cinco primeiros.”

 

Joel Camathias“Muito triste com o sucedido, mas as corridas de automóveis são assim mesmo e um pequeno problema acabou por nos colocar fora de prova, numa altura em que tinha acabado de entrar para o carro: quando cheguei à subida para a curva Vip deixei de conseguir passar de caixa e o Audi parou. Amanhã nova corrida e vamos tentar o melhor resultado possível.”

 

Horário

Domingo, 10 Maio

09.40 – 10.10 – Qualificação 2

13.00 – 14.00 – Corrida 2

Text.

Team Novadriver abandona após acidente na primeira parte da corrida do CNV

Após o excelente resultado alcançado na primeira jornada dupla do Campeonato Nacional de Velocidade (CNV), disputada em Braga, o Team Novadriver conheceu a infelicidade, com um abandono na primeira corrida da segunda jornada dupla do CNV que se realizou hoje no Autódromo Internacional do Algarve.

 

Ao volante do Tatuus PY012/Honda com as cores da Brisa Maracujá, Socicorreia, King Tony Ferramentas, Eco-Cars, Diário da Madeira, Clube Desportivo Nacional da Madeira, Autódromo Internacional do Algarve, Novatech, Autódromo Virtual de Lisboa, Galp Fórmula, Panta Racing Fuels, Duoseg, Cision e Honda, Francisco Abreu cumpriu a largada – depois de nos treinos cronometrados ter rubricado o terceiro tempo para a grelha de partida - e rapidamente chegou ao segundo lugar e começou a pressionar o líder da corrida.

 

Quando o piloto do Team Novadriver ultrapassava um piloto atrasado, um desentendimento entre este e o piloto madeirense, terminou num forte embate entre os dois de que resultou o abandono do Tatuus PY012/Honda. Um incidente daqueles que o desporto automóvel é fértil, mas que impediu Francisco Abreu e Armando Parente de pontuarem nesta corrida.

 

Amanhã irá disputar-se a segunda corrida a partir das 10.30 horas, com o Team Novadriver a começar a prova com Armando Parente que vai largar do segundo lugar da grelha de partida.

 

Francisco Abreu“Foi uma pena o que sucedeu, pois o Tatuus estava com uma afinação fabulosa, conseguindo ser rápido sem desgastar os pneus. Rapidamente cheguei a segundo lugar e encurtei a distancia para  líder facilmente. Ainda o tentei passar, mas não dei e decidi ser prudente e manter a posição. Mas na dobragem a um carro mais lento fui surpreendido por uma travagem demasiado cedo desse piloto e não evitei bater-lhe com alguma violência. São coisas das corridas, mas perdemos mais uma excelente oportunidade de reunir valiosos pontos para o campeonato. Amanhã vamos tentar ganhar.”

 

 

Armando Parente“Foi uma infelicidade, coisas que sucedem nas corridas de automóveis. Acabei por não andar nesta primeira corrida, apenas fui à pista para tentar alguns pontos, mas acabamos por não ficar classificados. Amanhã temos nova corrida e vamos tentar ganhar e conquistar assim pontos valiosos.”

 

Horário Racing Weekend Portimão

10 Maio (Domingo)

10.30 – 11.20 – Corrida 2

Text.

Text.

Team Novadriver de regresso ao GT Open com Joel Camathias

O Team Novadriver vai cumprir o regresso ao International GT Open na segunda jornada dupla da competição, a realizar-se no Autódromo do Estoril nos próximos dias 8 a 10 de Maio. César Campaniço terá a companhia de Joel Camathias, ao volante do Audi R8 LMS Ultra.

 

O piloto suíço, vencedor do International GT Open em 2009, junta-se assim ao Team Novadriver e a César Campaniço, formando uma dupla de classe  que terá como objetivo, realista, conquistar um lugar entre os cinco primeiros da geral.

 

Joel Camathias irá fazer a sua estreia ao volante do Audi R8 LMS Ultra e o Team Novadriver irá utilizar, pela primeira vez, os pneus Michelin que César Campaniço nunca utilizou no AUdi R8 LMS Ultra. Desta forma, as duas sessões de treinos livres serão encaradas como uma sessão de testes onde a excelência da equipa técnica do Team Novadriver será fundamental para uma rápida evolução dos dois pilotos.

 

César Campaniço“O trabalho que fizemos para viabilizar a participação do Team Novadriver na prova portuguesa do GT Open acabou recompensado com a chegada do Joel Camathias à equipa. Um piloto de enorme qualidade e experiência, já campeão da disciplina por duas vezes, que vai cumprir a sua estreia com o Audi R8 LMS Ultra. Porém, tenho a certeza que irá fazer um excelente trabalho. Temos como objetivo um lugar entre os cinco primeiros, um alvo modesto que tem como justificação o facto de nunca termos utiizado pneus Michelin no Audi e o Joel fazer as primeiras voltas ao volante do Audi nos treinos livres.”

 

Joel Camathias“Estou muito feliz por ter recebido a chamada do César Campaniço, piloto que conheço há anos, para integrar o Team Novadriver, uma das melhores equipas europeias nas corrida de GT com impressionante palmarés. Esta é a prova caseira para a equipa e por isso é importante que tudo corra bem e vou fazer tudo o que estiver ao meu alcance para concretizarmos um bom resultado. Será a minha estreia com o Audi R8 LMS Ultra, mas o Estoril é uma pista soberba, que sempre gostei e, naturalmente, tenho uma ligação muito especial ao campeonato, pelo que acredito que será um fim de semana espetacular que pode levar a novas oportunidades e novos desafios.”

 

Horário

Sexta feira, 8 Maio

13.00 – 14.15 – Treino Livre 1

15.45 – 17.00 – Treino Livre 2

Sábado, 9 Maio

10.35 – 11.05 – Qualificação 1

15.00 – 16.10 – Corrida 1 (70 minutos)

Domingo, 10 Maio

09.40 – 10.10 – Qualificação 2

13.00 – 14.00 – Corrida 2

 

Campeonato GT Open 2015

24-26 Abril – Paul Ricard

09-10 Maio – Estoril

05-07 Junho – Silverstone

03-05 Julho – RedBull Ring

04-06 Setembro – Spa

02-04 Outubro – Monza

30/10-01 Novembro - Barcelona

Text.

Text.

Team Novadriver quer manter ímpeto e consolidar liderança do campeonato

Após o excelente resultado alcançado na primeira jornada dupla do Campeonato Nacional de Velocidade (CNV), disputada em Braga, o Team Novadriver quer manter o ímpeto e lutar pela vitória nas duas corridas da segunda jornada dupla do CNV a realizar-se, nos dias 8 a 10 de maio, no Autódromo Internacional do Algarve.

 

Ao volante do Tatuus PY012/Honda com as cores da Brisa Maracujá, Socicorreia, King Tony Ferramentas, Eco-Cars, Diário da Madeira, Clube Desportivo Nacional da Madeira, Autódromo Internacional do Algarve, Novatech, Autódromo Virtual de Lisboa, Galp Fórmula, Panta Racing Fuels, Duoseg, Cision e Honda, estarão Francisco Abreu e Armando Parente, líderes do CNV após uma vitória e um segundo lugares, respetivamente, na primeira e segunda corridas da jornada dupla de Braga.

 

Referir que esta segunda jornada dupla do CNV 2015 vai ser realizada na companhia do TCR International Series, novo campeonato internacional que visita Portugal pela primeira vez e que vai contribuir para um maior mediatismo da jornada dupla do CNV.

 

Francisco Abreu “Após os resultados obtidos na primeira jornada dupla de Braga, a confiança está em alta. A dupla com o Armando Parente funciona bem e acredito que iremos alcançar mais vitórias e estaremos na luta pelo título, o nosso objetivo para esta temnporada. A pista de Portimão não é fácil e coloca diversos desafios para os quais, acredito, estaremos à altura contando com o Tatuus PY012/Honda sempre impecável devido ao excelente trabalho da equipa técnica do Team Novadriver.”

 

Armando Parente“A liderança do campeonato é motivação extra para tentar vencer a segunda jornada dupla do CNV em Portimão e reforçar esse comando. Não será fácil, pois os nossos adversários estão muito fortes, como ficou evidente em Braga, mas acredito que temos condições para conseguir um bom resultado numa pista complicada, mas que gosto muito.”

 

 

Horário Racing Weekend Portimão

8 Maio (6ª feira)

13.00 – 18.00 – Testes privados (junto com o TCR)

 

9 Maio (Sábado)

08.50 – 09.10 – Treinos Livres 1

10.30 – 10.50 – Treinos Livres 2

11.45 – 12.00 – Qualificação 1

12.05 – 12.20 – Qualificação 2

15.00 – 15.50 – Corrida 1

 

10 Maio (Domingo)

10.30 – 11.20 – Corrida 2

Text.

Text.

Team Novadriver termina em segundo

Após a excelente vitória alcançada ontem, o Team Novadriver não foi além do segundo lugar hoje, na segunda corrida da primeira jornada dupla do Campeonato Nacional de Velocidade 2015 (CNV), realizada hoje no Circuito de Braga. Ao volante do Tatuus PY012/Honda com as cores da Brisa Maracujá, Socicorreia, King Tony Ferramentas, Eco-Cars, Diário da Madeira, Clube Desportivo Nacional da Madeira, Autódromo Internacional do Algarve, Novatech, Autódromo Virtual de Lisboa, Galp Fórmula, Panta Racing Fuels, Duoseg, Cision e Honda, Francisco Abreu e Armando Parente ficaram no segundo lugar do pódio, após uma corrida dominada pelo calor e pelo desgaste dos pneus.

 

Largando do quarto lugar da grelha de partida, Armando Parente cumpriu a largada para a corrida. Com um ritmo forte, conseguiu guindar-se ao primeiro lugar, chegando à paragem obrigatória nas boxes no primeiro lugar. Alguns problemas no Tatuus PY012/Honda do Team Novadriver, atrasaram ligeiramente a paragem, mas Francisco Abreu saiu para a pista no primeiro lugar.

 

A gestão dos pneus feita pelo Team Novadriver acabou por não ser suficiente e apesar de todo o esforço do piloto madeirense, este acabou por cometer um ligeiro erro no final da reta da meta provocado pelo forte desgaste dos pneus, facilitando, assim, a queda para o segundo lugar. Ficou a consolação da volta mais rápida da corrida com o tempo de 1m15,149s.

 

Apesar deste resultado algo amargo, a dupla de pilotos do Team Novadriver sai de Braga no comando do campeonato. A próxima jornada dupla do CNV2015 irá realizar-se nos próximos dias 9 e 10 de Maio no Autódromo Internacional do Algarve

 

Francisco Abreu“Com a chegada do calor, percebemos que iríamos ter vida complicada no final da corrida, tal como já tinha sucedido o ano passado. E acabaram por se confirmar os nossos receios, pois foi impossível manter o comando da corrida com os pneus totalmente acabados, apesar do bom trabalho de gestão do Armando. Ainda cometi um ligeiro erro mas suficiente para facilitar a ultrapassagem por parte do meu adversário. O segundo lugar não é o resultado que desejávamos, mas saímos de Braga no comando do campeonato.”

 

Armando Parente “Foi pena perdermos o primeiro lugar, mas o desgaste dos pneus, apesar de toda a gestão que tentei fazer no meu turno foi enorme e o Francisco nada pode fazer para evitar a ultrapassagem. O meu turno foi tranquilo aproveitando alguns incidentes à minha frente e a boa afinação do carro ara chegar ao comando e conquistar vantagem suficiente para poder gerir os pneus. Não foi suficiente, mas ainda assim, temos de estar felizes pois lideramos o CNV após duas corridas.”

 

Classificação final Corrida 2

1ºs José Faria/Miguel Cristóvão (Wolf GB08)

2ºs Francisco Abreu/Armando Parente (Tatuus PY012/Honda)

3ºs Pedro Salvador/Rafael Lobato (Norma M20C)

4ºs Paulo Silva/Miguel Lobo (Radical SR3)

5ºs Nuno Batista/Pedro Marreiros (Porsche 911 GT3 Cup)

Classificadas 7 equipas

 

Campeonato Nacional de Velocidade 2015

1ºs Francisco Abreu/Armando Parente

2ºs José Faria/Miguel Cristóvão

3ºs Pedro Salvador/Rafael Lobato

 

Text.

Text.

Team Novadriver começa 2015 com vitória na primeira corrida de Braga

O Team Novadriver conquistou a vitória na primeira corrida da primeira jornada dupla do Campeonato Nacional de Velocidade 2015 (CNV), realizada hoje no Circuito de Braga, com o Tatuus PY012/Honda com as cores da Brisa Maracujá, Socicorreia, King Tony Ferramentas, Eco-Cars, Diário da Madeira, Clube Desportivo Nacional da Madeira, Autódromo Internacional do Algarve, Novatech, Autódromo Virtual de Lisboa, Galp Fórmula, Panta Racing Fuels, Duoseg, Cision e Honda, pilotado por Francisco Abreu e Armando Parente.

 

Francisco Abreu começou a corrida na segunda posição da grelha, mas teve uma largada complicada, caindo para o quarto lugar. Porém, rapidamente recuperou terreno, necessitando de apenas uma mãos cheia de voltas para chegar à liderança. De onde a formação do Team Novadriver não mais foi desalojada, cumprindo a paragem para troca de pilotos sem problemas. Armando Parente entrou para o lugar do piloto madeirense e, até final, limitou-se a gerir o ritmo para poupar os pneus para terminar com mais de uma dezena de segundos de vantagem para os seus mais diretos adversários.

 

Amanhã disputa-se a segunda corrida da primeira jornada dupla do CNV disputada no Circuito de Braga (12.50 horas), com a dupla do Team Novadriver a largar da quarta posição da grelha de partida com Armando Parente ao volante do Tatuus PY012/Honda.

 

Francisco Abreu “É sempre bom começar o ano como acabamos o anterior, com uma vitória. O carro esteve impecável e apesar de ter feito uma má largada, o ritmo foi de tal forma forte que consegui chegar, rapidamente, ao comando da corrida. Depois, ajudado pelas preciosas indicações do César Campaniço a partir das boxes, consegui amealhar uma boa vantagem que me permitiu gerir os pneus na parte final do turno. Estou, naturalmente, muito feliz por esta grande vitória. Não havia melhor forma de começar o campeonato!”

 

Armando Parente“Apesar de ter conhecido algumas dificuldades com o desgaste dos pneus na parte final da prova, o meu turno foi de gestão, pois o Francisco fez um excelente trabalho na primeira parte da corrida e conquistou uma boa vantagem que pude gerir e, aproveitando que os problemas de pneus eram gerais, até aumentar, contando com a preciosa ajuda do César Campaniço a partir do muro das boxes. Foi uma bela corrida, uma bela vitória e uma belíssima estreia com o Team Novadriver.”

 

Classificação final Corrida 1

1ºs Francisco Abreu/Armando Parente (Tatuus PY012/Honda)

2ºs Miguel Brabosa/Ivo Nogueira (Tatuus PY012)

3ºs José Faria/Miguel Cristóvão (Wolf GB08)

4ºs Pedro Salvador/Rafael Lobato (Norma M20C)

5ºs Paulo Silva/Migue Lobo (Radical SR3)

Classificadas 8 equipas

Text.

Text.